Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Rotundas - para que servem?

100_1841.0.jpg

 

A rotunda, a sétima maravilha das estradas, obra-prima, solução para todos os problemas de trânsito e mais alguns.

As rotundas tornaram-se tão populares em Portugal que há terras conhecidas pelas suas lindíssimas rotundas, dizem até que algumas localidades competem entre si pela beleza destas, outras pelo número, outras pelo tamanho, ter muitas rotundas é sinal de desenvolvimento, progresso e avanço.

Tenho para mim que os autarcas deste país comparam-se entre si pelo tamanho, número e perfeição das rotundas dos seus municípios, qual sinal de poder e imposição.

Para trocar semáforos por rotundas desapropriaram-se terrenos, derrubaram-se casas, árvores e pessoas se fosse preciso, o importante era colocar uma rotunda para que o trânsito fluísse, mesmo que nunca tenha existido ou vá existir trânsito.

Não tenho nada contra as rotundas, até as acho interessantes, algumas delas são realmente bonitas, o que nem sempre é bom, já que atravessar a estrada numa rotunda para tirar fotos é capaz de não ser muito bom para os turistas de ocasião.

 

Há uma coisa que acontece sempre junto às rotundas e que realmente não entendo, são as passadeiras, normalmente em cada saída de uma rotunda há imediatamente uma passadeira, eu não sou especialista, mas se as rotundas foram pensadas para que o trânsito tenha mais fluidez qual foi a ideia de colocarem passadeiras em todas as saídas?

Em alguns casos as passadeiras são tão próximas que os carros ainda têm as rodas de trás na rotunda e já as da frente pisam a linha branca da rotunda. O que acontece? Um peão, dois carros para aquela saída e todo o trânsito fica congestionado.

Eu sei que as passadeiras fazem sentido próximas dos cruzamentos e mudanças de direção, mas precisam ser tão próximas? Custava muito coloca-las 2 metros mais à frente?

Passadeiras à parte as rotundas seriam realmente úteis se…

 

Rufem os tambores…

 

Ensinassem os condutores a circular nelas!

Isso seria de valor.

 

Deixo aqui 3 dicas básicas para quem não sabe usar as rotundas:

 

****Entrar na faixa certa****

Entrar na faixa certa seria uma grande ajuda, já que é muito desagradável estarmos na fila para entramos na faixa da esquerda e depois levarmos com os espertinhos que entram pela direita e se atravessam a meio da trajetória.

 

****Respeitar as linhas****

Ir a meio de duas faixas de rodagem numa rotunda é o mesmo que ir a ocupar duas faixas na estrada, eu sei que a trajetória circular pode confundir um bocadinho, mas basta controlarem o volante com gentileza, sem movimentos bruscos, se tiverem de reduzir a velocidade há uma coisa chamada travão e outra chamada redução que significa baixarem uma mudança, aquilo a que se chama deitar uma abaixo, o veículo até curva melhor e tudo, é que fazer rotundas em quinta não é para meninos, nem para quando está trânsito. Deixem o rally para os profissionais.

 

****Dar pisca****

Os piscas para quem não sabe são aquelas luzinhas que apagam e acendem, que os veículos têm atrás, à frente e até de lado, vejam lá é o único conjunto de luzes que aparece em todos os lados, porque será?

Porque são importantes porque assinalam a mudança de direção.

Eu sei, eu sei que vocês sabem para onde vão só que os outros, não! Os outros não conhecem o vosso itinerário e não tem poderes de adivinhação.

 

Por isso e se não for pedir muito - Podem usar piscas nas rotundas?

Não custa nada, normalmente é só dar um toquezinho naquela alavanca que têm junto ao volante, na direita se for para a direita, na esquerda se for para a esquerda.

Pensavam que os piscas só serviam para parar o carro em local inapropriado?

Nada disso, não precisam de ligar apenas os 6 piscas em simultâneo (dizemos 4 piscas, mas a verdade é que os carros já há bastantes anos que têm 6), podem ligar só os do lado para o qual vão virar.

 

A sua utilização é muito simples:

- Ao entrarem na rotunda se forem sair logo na primeira à direita sinalizem logo a saída acionando o pisca à direita, assim quem estiver para entrar na entrada seguinte sabe que pode seguir marcha, ao invés de esperar que vocês saiam efetivamente.

- Ao entrarem na rotunda se não forem sair na primeira saída sinalizem que irão contornar parte da rotunda acionando o pisca da esquerda. Devem depois acionar o pisca da direita depois de passarem a última saída antes da que vão sair.

 

O tempo que se ganharia se as pessoas usassem os picas nas rotundas. Será que pensam que se os usarem muito eles irão fundir? Eles estão preparados para serem intermitentes não se preocupem com isso.

Às vezes chego a pensar que houve um acidente, vai-se a ver e felizmente não há acidente nenhum, apenas um grupo enorme de idiotas que ainda não perceberam que se todos dessem piscas chegariam todos ao destino mais rápido.

Tenho para mim que alguns condutores acham que piscas são para quem não sabe conduzir, que entrar na rotunda à bruta é que é fixe e sinal de agilidade, pois não é, é só sinal de estupidez e falta de civismo.

É claro que às 4h da manhã numa estrada deserta podem abdicar deles, mas em plena hora de ponta usa-los é sinal de inteligência, mentalizem-se disso.

 

A ideia das rotundas é que aconteça isto:

0

 

 

E não isto:

77 comentários

Comentar post

Pág. 1/2