Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Salamandra de pellets vantagens e desvantagens

A propósito do post que fiz sobre o adeus à lareira percebi que ainda há algum desconhecimento em relação à nossa nova opção de aquecimento a salamandra de pellets, a pedido da Pequeno Caso Sério aqui ficam mais alguns detalhes sobre esta forma de aquecimento.

 

Vantagens

 

É um sistema de aquecimento ecológico:


Pellets
Os pellets resultam da compactação de matéria vegetal, ocupam menos espaço que a lenha e produzem menos cinzas, a biomassa é uma forma de energia absolutamente limpa, com um ciclo fechado de carbono, é inofensiva em termos ambientais porque não contribui para o efeito estufa ou para o aquecimento global. Constituída essencialmente por lenha e por resíduos florestais da indústria madeireira, é um enorme reservatório de energia renovável que pode ser convertido em energia térmica, com um custo muito inferior aos combustíveis tradicionais.

Recurso estratégico nacional
A biomassa é uma fonte de energia endógena, de origem nacional e não dependente das oscilações do preço do petróleo e que não sobrecarrega ainda mais a balança comercial portuguesa e proporcionando mais emprego ao nível local. O aproveitamento da biomassa constitui um excelente meio de minimizar os riscos de incêndio na floresta e a valorização económica dos seus resíduos são fatores que contribuem para a conservação da própria floresta, reduzindo as cargas combustíveis que agravam a propagação de incêndios.

 

Economia

Apesar do preço elevado da salamandra de pellets que tem descido nos últimos anos, a sua eficiência faz com que o seu uso seja mais económico do que a lenha.

Estas salamandras permitem o controlo da temperatura ambiente, assim o aparelho fará o abastecimento automático dos pellets de forma a manter a temperatura constante, não queimando mais recursos do que os necessários, após a temperatura atingida a maioria dos modelos possuem a função eco que irá manter o espaço quente com o mínimo de recursos, otimizando o consumo.

 

Preço dos pellets

Os pellets podem ser encontrados em hipermercados e lojas Do It Yourself, o seu custo ronda os 3,5€ por saco, cada saco tem 15kg e, em média, dependendo do espaço, do poder calorifico do aparelho e da temperatura ambiente a salamandra consome 1 kg por hora, ou seja um saco dá para 15 horas.

Supondo que durante a semana terão o aparelho a funcionar umas 5/6 horas por dia um saco dará para 3 dias, enquanto ao fim de semana deverão gastar um saco por dia. Em grosso modo há um gasto de 3 sacos por semana, ou seja, cerca de 10€ por semana, 40€ por mês, contando que temos 4 meses de frio o custo rondará os 160€.

Este valor pode assustar quando comparado com a lenha, mas não se deixem iludir pelas aparências.

 

Eficiência e precisão

É aqui que os pellets vencem a lenha aos pontos, apesar de aparentemente mais caros, os pellets são muito mais eficientes com um poder calorífico 6 x superior à lenha, aquecem muito mais e em muito menos tempo. Permitem que o seu consumo seja ajustado conforme a necessidade, os pellets caiem um a um e a velocidade a que são consumidos pode ser ajustada. Além disso têm incorporada ventilação que dissipa o calor rapidamente, mesmo comparando com recuperadores de calor ventilados.

Podem selecionar a temperatura que pretendem e programar o aparelho para iniciar o seu funcionamento a determinada hora, para que tenham a casa quente quando chegarem.

 

Calor que realmente aquece

A salamandra de pellets liberta um calor semelhante ao da queima da lenha, ou seja, aquece as superfícies e não só o ar, embora não emita calor residual após ser desligada o seu calor aquece as superfícies, ao contrário do AC que apenas aquece o ar, fazendo com que a temperatura diminua drasticamente após ser desligado, para além de não ser eficiente em dias em que a temperatura exterior seja muito baixa.

 

Limpeza, instalação e segurança

É o fim dos problemas de fumo em casa, do cheiro característico na casa e na roupa e das paredes e tetos defumados que obrigam à pintura da sala de x em x anos consoante a utilização que se der.

Uma das grandes vantagens destes equipamentos é que não necessitam da chaminé tradicional, podem ser instalados em qualquer local da casa, a única exigência é ter uma saída para o exterior para libertação do dióxido de carbono resultante da queima.

A limpeza é realizada com recurso a um aspirador de cinzas, não se aconselha o uso do aspirador tradicional, o vidro pode ser limpo com um detergente tira gorduras normal.

Os pellets não libertam partículas, farpas ou detritos, basta carregar o aparelho no máximo e ele faz o resto, é limpo e seguro e dependendo do consumo nem é preciso abastecer todos os dias.

A superfície do aparelho não fica a escaldar, embora devam ser tido alguns cuidados, a probabilidade de queimaduras é muito menor.

 

Rentabilidade

Um dos problemas que tinha com o recuperador de calor é que aquecia muito bem a sala, mas bastava que se abrissem as portas para outras divisões para o calor desaparecer, a única coisa que se propagava pela casa era o cheiro a fumo, ou seja, obrigava a que usasse aquecedores nas outras divisões e nos dias mais frios enquanto não começava a aquecer tinha de quebrar o ar com o termoventilador mesmo na sala.

Para além da vantagem de ligar antes de chegar a casa, uma salamandra de pellets aquece facilmente uma casa inteira, se escolherem bem o local, a meio da casa e a capacidade calorifica para o espaço conseguem ter toda a casa com um ambiente agradável. Para mim está é a grande vantagem.

 

Desvantagens

Consumo elétrico

O aparelho tem uma componente eletrónica, mas consume o mesmo que uma lâmpada de halogeno, nada de grave.

Limpeza diária

Deve-se limpar sempre antes de cada utilização, não demora muito nem é difícil e com as lareiras/recuperadores também se deve fazer o mesmo.

Preço

São ainda um aparelho caro, mas se compararem com o preço de um recuperador ventilado a diferença atenua-se.

Cheiro

Os pellets têm um cheiro característico mas não é tão intenso e forte como o da lenha.

 

Comprar ou não uma salamandra de pellets?

Se estão a considerar escolher uma fonte de calor e estão indecisos entre usar lenha e pellets, aconselho a escolherem os pellets sem dúvida nenhuma.

Se já têm lareira ou recuperador e estão a ponderar substituir não esperem recuperar o investimento a curto/médio prazo. A compra da salamandra é um investimento em conforto e comodidade, a principal finalidade não é poupança económica, mas a longo prazo fazendo o rácio custo/benéfico irão com certeza poupar dinheiro, especialmente se usam outras formas de aquecimento em conjunto com a lareira/recuperador.

 

Onde comprar e preços

Os preços variam muito consoante as marcas, funcionalidades e potência, uma salamandra de 6kW que permite aquecer 43 m² pode ser comprada a 599,99€ e uma de 8KW que permite aquecer 64 m² a 749€ no Leroy Merlin.

É conveniente fazer uma comparação de preços e caraterísticas antes de decidirem o que comprar, as lojas de especialidade costumam ter funcionários com conhecimentos na área que vos poderão aconselhar.

Na compra dos pellets prefiram os de melhor qualidade que têm um poder calorífico maior, são mais eficientes e praticamente não libertam cheiro.

48 comentários

Comentar post

Pág. 1/2