Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Língua Afiada

Tag | Um pouco sobre mim

20620346_vU0KS.jpeg

Muito obrigada à Happy e ao João e ao Luís Jesus pela nomeação, pensavam que me tinha esquecido?

Já não seria a primeira vez, mas não estava só à espera de ter um tempinho.

Sem mais demoras aqui vão as minhas respostas:

 

1 - Oferecem-te uma viagem no tempo que não podes recusar. Que época escolherias?

Isto começa logo com perguntas difíceis, tenho fascínio por várias épocas e por diversas civilizações, provavelmente escolheria a Grécia antiga ou uma visita aos Astecas, isto se depois de carregar no botão Atlântida não estivesse disponível.

 

2 - Um filme que te arrependes de ter visto?

Não costumo arrepender-me de ver filmes e são muito poucos o que deixo a meio, mas recentemente tive uma grande desilusão com o Moonlight, foi o último filme dos candidatos aos óscares que vi e na minha opinião foi o menos conseguido, mas não me arrependo de ter visto.

 

3 - Fotografar ou ser fotografado?

Gosto muito de fotografar. Mas também gosto que me tirem fotografas a mim, verdade que já gostei mais, mas continuo a gostar de ter fotos para mais tarde recordar. É que isto de ser fotografa de serviço é muito giro, só que depois temos fotos de toda a gente menos nossas…

 

4 - Se tivesses obrigatoriamente de apagar o blog amanhã, qual seria o título do último post?

Duvido que conseguisse apagar o blog, mas se o tivesse de colocar em privado, escreveria possivelmente um post com o título – Até sempre – não gosto de despedidas.
Já fiz um texto de despida do blog e custou-me muito, não é nada fácil.

 

5 - Tens [ou já tiveste] alguma celebridade que consideres como o teu ídolo?

Não sou muito chegada a ídolos, nem sequer na adolescência, há várias pessoas que admiro, mas nunca tive um ídolo, não há pessoas perfeitas, por isso não acredito em ídolos.

 

6 - Uma saída com amigos: discoteca até de madrugada ou jantar e ficam todos em casa a conversar?

Depende dos amigos e da disposição, mas ultimamente a segunda hipótese é a que mais me agrada, gosto muito de dançar, mas aprende-se muito mais a conversar.

 

7 - Qual foi a frase que alguém alguma vez te disse e que nunca esqueceste [não precisa de ser profunda, há frases que simplesmente nos ficam na cabeça]?

“O ter que ser tem muita força.” E tem, mesmo quando achamos que não.

 

8 - Quando estás no carro ouves rádio ou escolhes a música que queres ouvir?

Ouço rádio, nem sequer tenho outra possibilidade porque não ando com mp3 ou CD’s, mas ouço música se começam a falar durante muito tempo mudo de estação. Aliás aproveito para dizer que as rádios em Portugal cada vez menos passam música, depois não se queixem que não têm audiências.

 

9 - Se pudesses voltar atrás no tempo e dizer alguma coisa que ficou por dizer [porque só te lembraste depois, é o que acontece sempre], o que dirias?

Não sou de guardar o que sinto, nem de me calar, por isso acho que não ficou nada por dizer a ninguém, se ficou não seria com certeza uma frase bonita, mas sim algo como “Vai-te catar” ou “Desampara-me a loja” que devo ter dito mas em silêncio.

 

 10 - Se pudesses conhecer mais alguém da blogosfera, através deste método, quem desafiarias? 

Acho que praticamente todos os blogs que sigo já responderam, mas se alguém por aqui passar que não tenha respondido e o queira fazer, sinta-se à vontade, é sempre giro ver as diferentes respostas dos vizinhos.

Coisas que adoro no Verão #7 #8 #9 e #10

Hoje temos não uma, mas 4 coisas que adoro no Verão.

 

7# Calor

Gosto de dias quentes, não de calor abrasador, esse só de férias, mas gosto de dias quentes com céu limpo e sol radiante.

Acordo mais bem-disposta, sinto mais energia, tudo parece correr melhor e mesmo quando corre mal o sol é reconfortante, é sempre mais difícil deixarmo-nos abater pela tristeza ou pela apatia nos dias de calor.

 

8# Ir a banhos

Adoro água e apesar de ser medricas e de não ser uma nadadora exímia adoro nadar seja no mar, no rio, na piscina, adoro estar preto de locais com água, até um riacho dá um colorido diferente à paisagem, água é fonte de viva, é retemperante, calmante e um bem precioso.

É com a água que cometo a minha maior pegada ambiental, pois mesmo tomando banho de chuveiro gasto imensa água, bem sei que é errado, mas especialmente de Inverno, não consigo evitar ficar a sentir a água.

 

9# Vida social mais ativa

Para além dos piqueniques e das festas de Verão que já falei existem um sem fim de motivos para reunir família e amigos, a boa disposição e o calor convidam a sair de casa e a aproveitar todos os momentos, vive-se mais intensamente no Verão e eu adoro isso, por mim viveria no Verão sempre só por causa disto.

Neste momento estou à acusar o cansaço das maratonas dos fins-de-semana preenchidos, mas é tão bom no Domingo à noite deitarmo-nos com o coração cheio.

 

10# Viajar

O Verão é tipicamente a estação onde viajamos mais seja cá dentro, seja para fora, e sentir a aproximação da estação quente é sinónimo de excitação da possibilidade de viajar.

Também viajamos nas outras estações, mas por norma reservamos a viagem maior para o Verão e costumam ser aquelas férias, as férias, a descompressão de um ano inteiro.

Viajar é uma das coisas que mais gosto de fazer da vida, aliar isso ao bom tempo, à euforia da estação faz-me sem dúvida muito feliz.

 

O Verão é a minha estação preferida, talvez por ter nascido num dos dias mais quentes de que há memória em Portugal, diz a minha mãe que nasci com a aparência de um bebé já com duas semanas de vida e que andei de colo em colo como se fosse uma boneca, desde aí que nunca gostei de estar parada e que adoro calor, talvez tenham sido esses primeiros instantes da minha vida que me mostraram que o melhor deste mundo é o movimento.

 

E assim chega ao fim o desafio do Verão.

Podem ler os "adoros" de verão nas casas das minhas queridas vizinhas Caracol, FatiaMaria das PalavrasHappyMiss UnicornGorduchitaFranciscaCá coisas minhas, Alexandra Fátima .

Coisas que eu adoro no Verão #6

Menos trânsito :)

 

Mal começam as férias escolares e perde-se uma boa parte do trânsito, especialmente aquele chato de quem só pega no carro em dias de chuva e dos avós que levam os netos à escola e que não passam dos 20km/h.

Seria uma maravilha total se não aparecessem os carros estrangeiros a embarrilar os cruzamentos e as rotundas, mas o trânsito flui muito melhor nesta altura do ano e para mim que embirro com o trânsito é uma maravilha.

Há também quem troque o carro pela moto ou pela bicicleta e só isso faz com que o trânsito diminua porque já se sabe que as motos não ficam paradas em filas.

Ainda bem que a moda das motos está a pegar em Portugal, é um transporte bem mais prático, muito mais fácil de estacionar, mais económico, é só vantagens, pena que seja preciso ter jeito para manobra-las…

 

Não tenho!

Se tivesse era ver-me numa vespa cor-de-rosa- cheia de estilo.

vespa.jpg