Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Língua Afiada

Tempo de mudanças

 

 

A mudança de estação é por si só uma mudança especialmente quando passo do Verão para o Outono e do Inverno para a Primavera, embora o Outono tenha os seus encantos eu preferirei sempre mais os meses quentes, os dias com muitas horas de sol e as noites amenas.
É natural por isso que o Outono me traga alguma nostalgia,mas este ano esta nostalgia está um pouco mais acentuada por vários motivos, oprimeiro de todos é que o ano está quase a terminar e não consegui ainda realizar um desejo que já vem de 2014, o segundo foi o ano ter começado tão promissor, cheio de novidades tão boas e chegar a meio com tantas desilusões, terceiro porque a maior desilusão ficou guardada para o último trimestre do ano.
Como sou uma pessoa positiva tento sempre ver as coisas pelo lado positivo e como informação é poder, saber algo que não é suposto sabermos é uma arma poderosíssima.
Eu sempre achei que era imune à inveja, à maledicência e ao “mau-olhado”,seguindo a velha máxima se uma pessoa não valorizar nada nos pega, mas a verdade é que as más energias dos outros afetam-nos, e ultimamente sinto que me estão mesmo a afetar.
Como se contraria isto? Sendo positivos e mudando algumas coisas no nosso dia-a-dia, basicamente é seguir as velhas máximas e os clichés que toda a gente conhece e se cansa de ler em imagens espalhadas por esses murais de facebook fora.
 
1º - Desfrutar os pequenos prazeres da vida e ser feliz.
2º - Rodear-nos de pessoas positivas e que nos querem bem.
3º - Ignorar e afastar-nos de quem nos suga a energia.
4º - Metermos a cabeça naqueles projetos que andamos a adiarmas que sabemos irão fazer-nos tão bem.
5º - Cuidar de nós, nada como uns miminhos para nos sentirmos mais bonitas e invencíveis.
6º - Livrar-nos de coisas velhas e que só ocupam espaço, uma arrumação aos armários lá de casa pode operar milagres no nosso estado de espirito, criar espaço é o mesmo que convidar coisas novas para a nossa casa.
 
Tendo isto em mente os próximos passos passarão por dar às pessoas a importância que elas realmente têm, não vale a pena perder tempo com quem não vale o ar que respira e dar prioridade máxima ao meu bem-estar e ao bem-estardos que amo e me rodeiam.
Eu pensava que 2015 iria ser um ano em cheio e acabou mesmopor ser, um ano cheio de revelações, introspeções e aprendizagens.