Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Uma única resolução para 2017

Prestes a virar mais um ano, estamos novamente em altura de balanços, contagem de stocks e demonstrações de resultados. É hora de pesar as coisas boas, os ativos e as coisas más, o passivo, contabilizar o que transita para o próximo ano e o que ficou saldado, é tempo de percebermos se conseguimos realizar os planos que tínhamos para 2016 e percebermos se houve ou não resultados para as nossas resoluções e desejos.

 

O calendário é uma fórmula para organizarmos o nosso tempo e a nossa vida, sem noção do tempo, sem as horas, os dias, os meses e os anos o mundo seria uma gigantesca confusão, por isso o terminar de um ciclo e início de outro serve para nos proporcionar a reflexão e a ponderação da nossa vida, é uma oportunidade de corrigirmos o rumo e definirmos objetivos, afinal o sentido da vida é-lhe dado por nós ao estabelecermos as nossas prioridades e metas.

 

Em 2015 fiz uma lista de 12 desejos para 2016 com o intuito de mudar e melhorar alguns aspetos da minha vida, alguns cumpri, outros tentei e não consegui, outros simplesmente não aconteceram, o importante é o balanço ser positivo.

Contas saldadas, seguem para 2017 os ativos que me interessam, são o resultado líquido do meu escrutínio, de uma análise e ponderação entre o que deve e o que não deve fazer parte da minha vida.

 

Para 2017 a minha resolução é simples, é descomplicar, somar a alegria das pequenas coisas, apreciar o que realmente importa, desvalorizar o que não tem importância, rir, chorar, amar, viver intensamente, agradecer os ganhos e ultrapassar as perdas, sorrir e seguir sempre no caminho certo, com sustentabilidade, consciente da minha missão na vida, respeitando a minha visão.

 

A minha resolução para 2017 é lucrar muito, é ser imensamente Feliz.

 

50 comentários

Comentar post

Pág. 1/2