Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Língua Afiada

Este homem tira-me do sério #2 - O aspirador novo

aspirador 2.jpg

 

 

Lá em casa, a distraída, a desorganizada e a aluada sou eu, mas digamos que quando ele se distrai a coisa é sempre… cómica.

Ontem depois de chegar a casa deixei a luz do WC acesa e uma porta aberta, o MQT fez questão de apagar a luz e fechar a porta e claro de me avisar. Nada de novo.

 

Entretanto, recebo finalmente uma chamada a avisar que me iam entregar o aspirador, depois de tanto tempo à espera estava em pulgas.

Mal o entregaram experimentei o bicho na hora, nem queria acreditar na quantidade de pelos que tinha nas carpetes, até engoli em seco.

Eu fiquei convencida na hora, já o MQT nem por isso, começou a reclamar da qualidade do tubo, da fragilidade dos encaixes, do fio elétrico, isto nem fio terra tem, isto parece um brinquedo, acho que não vale o dinheiro. Antes tínhamos um aspirador quase industrial é normal que ele estivesse a achar este frágil.

Eu – Eu escolhi, eu vou usar, eu é que sei.

Monta e desmonta:

MQT - Isto não é para ti, vais dar cabo disto em dois tempos! Estes encaixes são muito frágeis.

Fez toda uma demonstração de como se abria e fechava, se montavam e desmontavam todas as peças para que eu na hora de o utilizar não o partisse todo.

Para quem não me conhece pode achar este comportamento excessivo, e até é, mas eu posso ser um bocadinho bruta com os aparelhos quando eles não reagem como eu quero.

 

Estava tudo a correr bem até que ele desconfiado da referência resolve ir verificar à página da marca.

MQT - Não quero ser desmancha-prazeres mas entregaram a referência errada e agora que o usamos já não dá para trocar!

Não imaginam o que eu senti. Foi um misto de raiva, desespero e pânico.

O quê? Como? Tanto tempo à espera e entregam-me um produto errado? Dediquei tanto tempo a escolher o produto, alarguei o orçamento e agora não é o que eu queria?

MQT – Sim, é outro não é o que pediste, este acho que é inferior e mais caro.

Eu - Levanta-te, deixa-me ver.

MQT – Calma, não precisas de ficar nervosa.

Eu – Calma? Eu estou nas horas eu… (já aos berros) Eu nem quero acreditar nisto.

Sento-me abro o estudo da Deco, abro o site da marca, olho para as fotos, respiro fundo.

MQT – Agora não há nada a fazer já o usamos, deixa lá isso disseste que ele aspira bem.

Eu – Não, não pode ser eu queria uma referência específica.

 

Continuo a pesquisar, não conseguia perceber as diferenças das referências e fez-se luz.

Eu - É o mesmo só que colocaram uma letra diferente no fim!

Respiro fundo novamente.

MQT: Desculpa amor, desculpa.

Que alívio penso eu.

 

Já estou a chegar à cozinha quando o ouço:

MQT – Mas tu compraste este e tem aqui um com a mesma classificação mais barato 50€ que este!

Eu – Impossível! Este era a melhor opção preço/qualidade.

MQT – Ahahahah não é nada, enganaste-me tem aqui um mais barato!

Eu – O quê? Lá estás tu a brincar comigo.

MQT – Anda cá ver com os teus próprios olhos.

 

Não queria acreditar entre o tempo de escolha e a entrega do produto tinham testado mais produtos e aparecia agora uma opção mais em conta com a mesma classificação.

Eu – Eu juro, juro que não estava assim. Eles ainda estão a testar, ainda dizem 13 em teste, esse ainda não tinha sido testado quando vi o estudo.

- Não acredito nisto mais uns dias e se calhar teríamos outras opções.

- Mas não podia adivinhar, além disso a marca deste é melhor e agora já está não se fala mais no assunto.

MQT – Eu disse-te que era uma pena, se esperássemos mais um pouco teríamos outras opções, isto da etiqueta ainda é recente.

Eu – Paciência.

 

Eu disse paciência mas não era para ele, era para eu ter paciência com ele.Mas por acaso eu controlo quando o aspirador avaria? Por acaso avariou porque caiu nas minhas mãos, mas foi um azar, ele não poderia ter avariado nas mãos dele já que ele é alérgico a aspiradores.

Respira, inspira e passa à frente.

Ontem apenas aspirei as carpetes mas pela amostra parece-me que fiz uma excelente compra, quando o experimentar a 100% faço um review como deve ser.

 

E como lá em casa uma situação nunca acontece sozinha, uns minutos mais tarde nova peripécia que me tirou do sério, que vos contarei depois.

Ao menos não me posso queixar de monotonia.

 

(Imagem retirada da net, só para esclarecer que não somos nós, caso alguém tivesse dúvidas)

Kanye West está na bancarrota, o que pensa Kim Kardashian.

kim-kardashian1-600.jpg

 

Toda a gente sabe que Kanye West está para a música como Donald Trump para a política, quando abre a boca para dizer alguma coisa que não seja cantar, não sai nada de jeito, quando é para cantar tem dias.

As preciosidades que tem deixado no Twitter têm tanto de hilariante como de assustador, como é possível que alguém com este tipo de atitude, personalidade e burrice chegue onde ele chegou?

Um claro espelho dos dias que vivemos.

Mas e agora, será que Mark Zuckerberg o apoiará, não sei, sei apenas por uma fonte próxima da família que Kim Kardashian está desolada e não sabe o que fazer à vida, desabafos da própria Kim aqui em exclusivo na Língua Afiada:

 

OMG! E agora o que eu faço? Chamos os advogados para perceber se ele tem direito ao meu dinheiro? Será estou falida também? Isso significa que não posso fazer mais tratamentos de beleza?

Nem quero pensar nisto. Mas porque é que eu não casei com homem rico daqueles que são ricos há 5 gerações e já nascem ensinados a gerir o dinheiro?

Burra! És uma burra Kim! Tu já devias saber que podias tirar o homem do gueto mas nunca o gueto do homem! Devias ter ouvido a tua mãe. Oh não penses nisso ela tem péssimo gosto para homens.

Ele parecia tão promissor, gosto tanto das músicas dele, é bem relacionado. Deveria ter desconfiado quando ele começou a orientar os meus outfits e comecei a receber críticas negativas.

Que horror! Será o gueto baixou em mim? A minha irmã bem que me avisou que eram curvas a mais para um Balmain! Ah será que ainda posso comprar vestidos Balmain?

Não posso ir à falência, não posso ir à falência. E agora onde eu vou arranjar 53 milhões de dólares? Quanto será que me pagaram para pousar nua?

Nunca o deveria ter deixado meter-se na indústria da moda, é teimoso. Ah porque eu tenho um estilo real e quero que as pessoas usem as minhas roupas! Dizia-me e eu que pensava que ele ia criar uma espécie de Zara para fazer chegar a roupa a toda a gente e ele vai criar-me uma marca caríssima!

Tão cara que agora nem ele consegue comprar as próprias roupas que vende. Eu disse-lhe que ninguém ia comprar umas calças de fato de treino por 500 dólares.

Eu disse-lhe vê o exemplo daquele senhor Mexicano que anda a vender roupa na Europa ele é que está bem.

A casa, ai minha rica casa, terei de vender a minha casa e mesmo assim não cobre.

Um reality show tenho de criar um novo reality show, está decidido vou ligar ao produtor.

Os fãs devem estar curiosíssimos para saber como estamos a lidar com isto.