Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Língua Afiada

Natal fora, Saldos agora

Esta frase poderia ser um ditado popular, tal é a sua veracidade. Mal termina o Natal começam a chegar as sms e os e-mails a avisar que a época de saldos já começou.

Aquele vestido lindo que compraram para usar no Natal está a agora a metade do preço, aquela camisola que compraram para oferecer também, não se apressem a comprar a roupa para réveillon porque não adianta muito, os vestidos de lantejoulas não estão em promoção, esses só entram em saldos no dia 2.

A boa notícia é que podem ir trocar as prendas de Natal e levar duas pelo preço de uma, isso se receberam vestuário, calçado ou acessórios, não tiraram as etiquetas e se vos deram talão de oferta.

Eu e o Moralez resolvemos fazer comos os espanhóis e deixar as prendas para os reis (não é totalmente verdade, mas é quase), e por falar em espanhóis, é vê-los a invadir as lojas portuguesas durante esta semana para comprarem presentes.

A verdade é que o Inverno só começou a 21 Dezembro e só agora se começou a pensar em roupa quente, por isso vamos muito a tempo para comprar roupa desta estação, os saldos sem dúvida beneficiam o consumidor, uma vez que não custa nada esperar pela última semana de Dezembro ou até por Janeiro para renovar o guarda-roupa.

Nos próximos dias é tempo de selecionar peças, acompanhar preços e comprar o que necessito a bons preços, ou melhor ao preço que realmente valem.

Ressaca de Natal

Ressaca de Natal é o nome que encontrei para o estado de languidez e inércia que me encontro, poderia escolher um nome mais pomposo, mas não encontro.

É toda uma dificuldade de pensar, de coordenação entre o cérebro e os membros, que digito em modo automático.

 

Foram apenas dois dias, mas dois dias tão preenchidos que renderam por uma semana, mas o Natal é assim uma avalanche de sentimentos, emoções, alegria pela partilha com quem está, a tristeza de não abraçarmos quem já partiu.

O Natal cansa, mas é um cansaço bom, por isso ontem tirei o dia para descansar, repor energias, no aconchego do calor do lar, nós os dois, a árvore já (quase) sem prendas, as gatas e uma série, um dos nossos programas favoritos.

 

Este estado é característico dos grandes acontecimentos, aqueles que antecipamos, que degustamos com intensidade e que quando se esgotam sabem a pouco. Apesar do espírito natalício este ano ter tardado, não falhou, no dia, rodeada da família ele aparece sempre.

 

Hoje, de volta à rotina, não há meio da rotina estabilizar, tenho vontade de não fazer nada, mas a vida não nos permite ficar em suspenso por muito tempo, porque o tempo não para, há que acelerar e trabalhar.

Tenho a certeza que ganhei de presente mais 1 ou até 2 kg nos últimos dias, talvez por isso tenha tanta dificuldade em mover-me.

 

Cansada, mas de coração cheio é este o balanço do Natal que se traduz numa ressaca, mas das boas.

 

E o vosso Natal? Correu bem?

Muitas prendinhas e muitos miminhos?

Não vou questionar os doces, porque sei que esses não devem ter faltado.

Espero que estejam de ressaca como eu, mas das boas.

 

Feliz Natal

Desejo a todos um Natal muito doce em doces e miminhos, muito rico em prendas e carinho, recheado como o peru mas de amor e paz.

 

Um fantástico Natal a quem me visita todos os dias, aos que me seguem de perto, aos que me visitam quando podem, aos visitantes esporádicos e aos que me visitam por engano e também a toda a equipa do Sapo Blogs que todos os dias trabalha nos bastidores para que esta comunidade tenha este bairro fantástico.

 

Uma palavra especial para as minhas pessoas, elas sabem quem são, as que estão sempre dispostas a deixar uma palavra amiga, as que mesmo longe estão mais perto do que muitas que se sentam ao meu lado.

 

A todos vós desejo um Natal especial, que a magia invada as vossas casas e corações e faça que esta quadra seja memorável.

 

postal natal-01-01 (1).jpg