Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

35 horas no sector privado faz sentido

O PCP lançou a ideia no final das jornadas parlamentares e já criou todo um alvoroço.

É claro que os patrões são contra, consideram mesmo a ideia desastrosa.

Eu sou a favor e tenho alguns argumentos que considero tão válidos como quaisquer outros:

 

- Menos horas de trabalho + Motivação dos funcionários = Maior produtividade = Maior rentabilidade para empresa

 

- Menos horas de trabalho + Horas de lazer + Horas para gastar dinheiro = Economia cresce + Impostos para o Estado

 

- Menos horas de trabalho + Necessidade de contratar = Diminuição de taxa de desemprego = Economia a crescer + Mais pessoas a gastar dinheiro + Impostos para o Estado

 

- Menos horas de trabalho + Tempo para os filhos = Aumento da taxa de natalidade + Aumento de Impostos = Resolução do défice da Segurança Social

 

Acredito que numa fase inicial o ajuste possa causar alguns transtornos mas a longo prazo serão só vantagens. Os países mais desenvolvidos são aqueles onde os trabalhadores trabalham menos horas não será isso um indício que deve ser esse o caminho?

A Europa está em falência, as políticas de austeridade têm-se demonstrado ineficientes, especialmente porque se exige um esforço dos contribuintes mas depois não se cortam nas gorduras e se financia a banca, este sistema está falido, esta na altura de mudar o paradigma.

São as pessoas que podem mudar esta situação, são as pessoas que movimentam a economia e por isso convém dar-lhes rendimentos e tempo para que o façam.

Se passarmos a trabalhar 35 horas não recebemos só um aumento de tempo livre, mas também um aumento de ordenado e acima de tudo um aumento de qualidade de vida que influenciará tudo o resto.

Além de que seria estabelecida uma igualdade entre o sector público e o privado, é claro que é uma medida que diz respeito ao sector privado, mas o Governo e a Assembleia da República podem e devem contribuir para o debate.

Espero que se abra o debate e a negociação porque eu seria muito mais feliz com mais uma hora de lazer por dia.

15 comentários

  • Imagem de perfil

    Psicogata 01.06.2016 11:23

    Porque no público é o Governo que decide no privado são os empresários, as associações e do lado dos trabalhadores os sindicatos que ninguém valoriza.
  • Imagem de perfil

    Moralez 01.06.2016 11:31

    Pois... mesmo assim não entendo o porquê da desigualdade!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 01.06.2016 11:35

    Porque os trabalhadores do privado não reclamam...
  • Imagem de perfil

    Moralez 01.06.2016 11:40

    É lamentável!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 01.06.2016 11:41

    Forma um sindicato :)
  • Imagem de perfil

    Moralez 01.06.2016 11:58

    E era mesmo...
  • Imagem de perfil

    Psicogata 01.06.2016 12:03

    Fazem falta, precisamos de alguém a lutar pelos nossos direitos.
  • Imagem de perfil

    Moralez 01.06.2016 12:52

    Este mundo individualista, capitalista, cada um por si.... Assim não chegamos a lado nenhum...
  • Imagem de perfil

    Niki 01.06.2016 13:55

    Reclamam sim, dizem que é uma parvoíce nós termos 36 horas e que devíamos de trabalhar 40h como eles ou mais.... para não nos armarmos em parvos :S nunca entendi porque não lutam eles pelos mesmos direitos que nós.... mas para ir comemorar o benfica já se levantam de casa a meio da noite...
  • Imagem de perfil

    Moralez 01.06.2016 14:05

    De notar Niki que aqui o que eu disse é q devia ser para todos igual... privado e público, nunca disse que deviam trabalhar 40h, preferia trabalhar 35h no privado como está claro!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 01.06.2016 14:06

    Sim Niki ninguém reclama que o público trabalhe 35h mas que não seja igual para todos.
  • Imagem de perfil

    Niki 01.06.2016 14:08

    Só se forem vocês os dois, acredita que já ouvi muito por ser suposta funcionária pública, porque do bom só tenho o horário....
    E quando digo então porque não exigem o mesmo, respondem deves de pensar que o trabalho se faz sozinho.... por isso a muito trabalhador no privado que não tem é um tico e teco a funcionar e são sempre do contra.
  • Imagem de perfil

    Psicogata 01.06.2016 14:25

    Sem querer ferir suscetibilidades ser funcionário público em Portugal é bom, recebe-se acima da média, tem-se empego garantindo, tem-se ADSE muito melhor que sistema geral, a reforma é mais cedo e ainda se trabalha menos horas.
    O único grande inconveniente é o atendimento ao público que leva com cromos, mas quem está no atendimento ao público no privado tem que levar com eles na mesma.
    Agora eu não sou contra as regalias do público sou contra a falta delas no privado.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 02.06.2016 11:00

    Não poderia ter escrito melhor...é esta mentalidade que falta no nosso pais. Eu trabalho no privado e não trabalho só as 40 horas, trabalho as horas que calha sem pagamento de horas extraordinárias, não recebo subsidio de férias nem de natal porque sim, não sou aumentada há 10 anos porque sim, etc...e defendo que nós que trabalhamos no privado deviamos ter uma entidade reguladora(e não me falem em Tribunais do trabalho, etc ) que garantisse o cumprimento dessas obrigações para todas as empresas privadas. E os funcionários dos privados não se queixam mais porque simplesmente são despedidos porque sim...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.