Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Língua Afiada

Quem ficou com o meu dinheiro?

200-300.jpg

Dizem que ganho entre 200 a 300€ por mês com o blog, não sendo uma fortuna com a qual me possa sustentar consigo imaginar um sem fim de propósitos interessantes para este dinheiro.

Ah! As coisas que eu poderia fazer com ele!

Só que não posso fazer nada porque alguém anda a ficar com ele!

 

Tenho o blog desde Maio de 2014, mas não vou contar 2014 porque ainda estava indecisa se tinha disposição para escrever, contando desde 2015 quando o blog começa a ter post regulares, já lá vão 16 meses, que a uma média de 250€/mês dá a módica quantia de 4000€.

 

4000€

Mas onde é que andam estes 4000€?

Quem tem ficou com os meus 4000€?

 

E porque é que ninguém me disse que bastava ter um blog para ganhar dinheiro?

Não é preciso publicidade, banners, patrocínios, interesse das marcas ou empresas, basta abrir um blog e é só faturar.

Por isso onde anda o meu dinheiro?

 

Se o meu dinheiro não aparecer nas próximas 24h acabo com este blog que não vou andar aqui a escrever parvoíces para alguém lucrar às minhas custas.

É um ultimato.

 

Aproveito para agradecer ao Sapo Blogs ao Portal Sapo pelos destaques do meu post, curiosamente é o segundo sobre filhos, o que pelos vistos torna os textos ilegítimos para algumas pessoas, mas que felizmente colocou várias pessoas a falar sobre temas que considero pertinentes na nossa sociedade.

 

Mas já agora Sapo és tu que andas a ficar com o meu dinheiro?

 

Panama Pappers – será um escândalo?

panama papers-portugal.jpg

 

A verdadeira notícia aqui não é a corrupção, a fuga aos impostos, a invasão fiscal, as empresas offshore, ou o envolvimento de personalidades, a notícia aqui é o acesso à informação.

O grande escândalo é como foi possível tornarem pública esta informação. Se tornaram pública esta informação tudo é possível.

Os donos do mundo, os todo-poderosos, devem estar a tremer como varas verdes, a ligar para todos os seus contactos importantes, advogados, banqueiros, contabilistas, políticos, pilhas e pilhas de papéis estarão a ser destruídas e milhares de bytes de informação estarão a ser apagados.

Eles já estariam de sobreaviso, quando é revelada informação de agências de inteligência, já ninguém se encontra a salvo do escrutínio.

É tudo uma questão de tempo até serem revelados todos os segredos ao mundo e isto é apenas o princípio.

O envolvimento de Portugal para já se encontra quantificado em 34 pessoas, 244 empresas e 255 acionistas informação disponível no site do jornal Irish Times.

Para já o único nome conhecido é o de Idalécio de Castro Rodrigues de Oliveira ligado também ao caso Lavo Jato.

Estou muito curiosa para ver os próximos desenvolvimentos desta informação, muitas cabeças irão rolar e espera-se que muitos impostos sejam recuperados, uma boa notícia para todos os contribuintes.

Há dias escrevi sobre o final do capitalismo e que a principal arma contra este sistema económico seria a informação e eis aqui a prova, quando a informação é disseminada, partilhada e acessível a todos, tocam-se consciências, exige-se justiça, não há buraco suficientemente profundo onde os responsáveis se possam esconder.

Sempre acreditei que somos governados por um punhado de pessoas que controlam todo o sistema financeiro e económico em promiscuidade com bancos, governos e grandes corporações, para muitos pode parecer uma teoria da conspiração, mas é a pura realidade.

A era informação encarregar-se-á de os revelar.

Eles podem fugir, mas não se podem esconder.

 

Mais informações aqui.

#panamapapers

Politiquices #4 – Cavaco Silva não promulga diploma que permitia a adoção por casais do mesmo sexo

O Sr. Presidente Cavaco Silva que ficará conhecido pela sua passividade, falta de opinião e falta de intervenção, por não ter feito basicamente nada de relevante durante os seus dois mandatos resolveu agora dar o ar da sua graça com uma decisão absurda, retrógrada e lastimável.

Não promulgou o diploma que permitia a adoção por casais do mesmo sexo, e devolveu também à Assembleia da República as alterações à lei da interrupção voluntária da gravidez.

O timing também é interessantíssimo 1 dia depois das eleições presidenciais, se esta decisão tivesse saído antes das eleições, tenho a certeza que a candidata Marisa Matias teria tido um resultado diferente.

Uma decisão lamentável e deplorável.

E assim de repente parece que regredimos 20 anos!