Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Língua Afiada

La La Land – A cidade dos suspiros

la-la-land.png

 

Queria ver La La Land desde que ouvi falar do filme, adoro os dois atores e por isso fiquei de imediato com vontade de o ver, depois de ver o trailer e conhecer os prémios que vem vindo a ganhar fiquei cada vez mais curiosa para ver a película.

Sabia que não era um filme consensual, é um musical e isso basta para que deixe de fora uma grande parte das pessoas, as muitas que não acham piada a filmes cantados e dançados.

Não sou propriamente fã do estilo, prefiro diálogos intensos, cenas mais detalhadas, mas La La Land também tem momentos fortes e diálogos profundos.

Não é um filme para todas as pessoas, é preciso alguma paciência para ultrapassar os primeiros minutos do filme até a história desenvolver e captar-nos a atenção, se conseguirem chegar até esse ponto é certo que adorarão o filme.

 

La La Land é um filme para pessoas sonhadoras, românticas e com imaginação, é uma forma diferente de contar uma história de amor, onde as cenas musicais entre os protagonistas simbolizam claramente o que se sente, o que se imagina nos momentos mais intensos do início de uma relação, quando nos estamos a apaixonar sem nos apercebermos e a nossa mente viaja aos lugares mais mágicos.

Quem nunca cantou e dançou à medida que se apaixonou, nem que fosse mentalmente, que atire a primeira pedra, é claro que não andamos a cantar e a dançar na rua, mas só e apenas porque não o sabemos fazer como o Ryan e a Emma.

O filme é bonito, alegre e triste e consegue relatar de forma elegante, simultaneamente descontraída e intensa a dificuldade entre escolher o que nos faz felizes ou ficar com quem nos faz felizes.

A vida não é um sonho, muito menos em Hollywood, terra onde existem muitos La La La, mas onde esses La La La não suficientes para encontrar a felicidade.

 

Spoiller Allert

O filme é também um valente murro no estômago, é um acordar para a realidade, nunca conheci forma mais bonita de apresentar um futuro alternativo, em demonstrar em como um encontro, uma simples escolha determina todo o nosso futuro.

A música do filme, que é simplesmente inebriante, faz-nos viajar, faz-nos calçar os seus sapatos e sentir todas as emoções.

Aquela última troca de olhares faz rachar até o coração feito da pedra mais dura, afinal existem amores para sempre, só que nem sempre ficam juntos para sempre.

Não imagino o que seja viver com essa sensação, mas sei que há quem viva com ela todos os dias, acredito que a essas pessoas o filme lhes tire o sono e as faça questionar toda a sua vida e decisões, talvez por isso as reações ao filme sejam tão intensas.

 

 

Os atores tiveram atuações irrepreensíveis, a banda sonora é fantástica, a canção principal é arrebatadamente linda, uma nota para o guarda-roupa que é soberbo, a realização é espetacular.

Para quem diz que La La Land é o queridinho de Hollywood por homenagear velhos clássicos está a ser injusto, La La Land é mesmo bom porque tem todos os ingredientes que fazem um bom filme, excelentes atores, um argumento espetacular, uma realização exemplar e acima de tudo tem a capacidade de nos deixar a pensar, de nos deixar em suspenso por algum tempo, ficamos inertes a absorver a história, aquele final é simplesmente assombroso e é isso que faz de La La Land um grande filme.

 

Uma boa sugestão para o Dia dos Namorados, mas preparem-se porque as mulheres (quase todas) ficarão a suspirar com o filme.

 

Ainda não vi os restantes filmes nomeados, mas este é claramente um sério candidato, não sei se ganhará os prémios de melhor filme e de melhores atores, mas as categorias técnicas dificilmente alguém lhas rouba.

E com La La Land está aberta a época oficial da visualização de todos os filmes candidatos aos Óscares, mais opiniões em breve.

 

Querem poupar na prenda de São Valentim?

Participem no passatempo.

Explicada a seca dos vestidos dos Óscares

Já no ano passado achei que as convidadas se guardaram para mais tarde e este ano não foi diferente.

Não sei quando a festa da Vanity Fair passou a ser mais importante para os vestidos, mas a verdade é que foi no Red Carpet da festa que desfilaram os modelos mais bonitos e estes sim de suspirar.

 

A começar logo pela nossa Sara Sampaio.

513087132.jpg

513077636.jpg

1456785944-513099648.jpg

Muito melhor aqui do que umas horas antes.

 

gettyimages-513024066_master.jpg

Idem aspas.

gettyimages-513029200_master.jpg

Será que tudo o que Alicia veste lhe fica assim tão bem? Começo a ter inveja.

gettyimages-513030152_master.jpg

Palavras para quê? É a Taylor.

 

gettyimages-513029800_master.jpg

 

gettyimages-513031642_master.jpg

gettyimages-513035346_master.jpg

gettyimages-513075784_master.jpg

 

 

 

gettyimages-512956854_master.jpg

Too much information, mas é estonteante o vestido.

 

gettyimages-513033024_master.jpg

gettyimages-513038138_master.jpg

 

 

 

 

Óscares 2016 #5 – E os outfits dos homens?

O mundo do cinema pode ainda ser deles, mas a red carpet ainda é delas, mas nesta edição eles estiveram melhor do que elas.

Muito estilo e muito charme.

Eddie-Redmayne-2016-Oscars-Academy-Awards.jpg

Casaco de smoking em veludo e slipers a condizer, um must, elegantíssimo.

finn-Wittrock.jpg

O azul a conjugar tão bem com o preto, nada como um homem bem vestido.

GettyImages-512873042_master.nocrop.w472.h670.jpg

A pessoa mais adorável da noite.

GettyImages-512918134_master.nocrop.w445.h670 (1).jpg

Stallone impecavelmente bem vestido, já não se pode dizer o mesmo da esposa...

GettyImages-512921206_master.nocrop.w445.h670.jpg

leonardo-dicaprio-and-tom-hardy.jpg

 Tom Hardy, sem dúvida um dos melhores da noite, podia ter dado umas dicas ao Leo.

 

GettyImages-512922312_master.nocrop.w422.h670.jpg

Total black não ficaria bem a mais ninguém do que ao Sr. Batman.

Henry-cavill-.jpg

O Sr. Super Homem também não esteve nada mal, tirava aquele anel do mendinho, não está lá a fazer nada.

 

john-legend.jpg

Quando não se quer cair em desgraça não se inventa e o resultado é este, impecável.

 

leonardo-dicaprio armani.jpg

 Espera mais de ti, mas não estás nada mal.

 

-jared-leto en Gucci (2).jpg

Jared, Jared onde estavas com a cabeça? Quem te fez essa make up?

Estavas a fazer par com Gianna e não disseste nada a ninguém? Foi, não foi?

Gianna-Simone.jpg

As flores estão na moda mas aplicadas não em padrão, assim este vestido parece só um cortinado e feio.

Jared e Gianna ganharam o prémio de pior par, mesmo não estando juntos, guardem essa roupinha para a próxima vez que visitarem o México ou a Espanha. Olé!