Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Língua Afiada

Tarefas, listas e prioridades - Como organizar

Por onde se começa? Pelo início.

Qual é o início? O mais importante e o mais urgente.

E quando o mais urgente não é o mais importante?

E quando temos vários assuntos urgentes e importantes?

E quanto temos todos estes problemas ao mesmo tempo?

Parece impossível? Não é!

Basta estarmos com três ou mais projetos importantes em simultâneo.

 

Como se resolve a equação?

Com muita, mesmo muita, organização mental e com auxiliares de memória.

O primeiro passo é desligar o e-mail.

Segundo avaliamos as tarefas tendo em conta: tempo de execução, grau de autonomia e necessidade de acompanhamento.

Terceiro fazemos listas de tarefas.

 

A primeira lista deve ter as tarefas mais urgentes e mais rápidas de executar que não tenham necessidade de acompanhamento e que não dependem de terceiros.

A segunda lista deve ter as tarefas mais importantes por ordem a executar, as primeiras a tratar serão as que não são autónomas, realizamos a nossa parte e passamos a bola para os outros intervenientes.

Na terceira lista colocámos as que necessitam de acompanhamento, fechamos uma e avançamos para a seguinte, quando terminarmos a seguinte ou as duas seguintes, dependendo do tempo que demorarem, fazemos o acompanhamento da anterior e assim sucessivamente.

Para o fim ficam as tarefas que demoram mais tempo e que só dependem de nós, assim se necessitarmos de as fazer fora do local de trabalho e a horas menos próprias não ficam pendentes de terceiros.

 

E agora que já defini como vou dividir as minhas inúmeras tarefas, vou meter mãos à obra.

Bom trabalho.

Moreno invernal

Esta semana ao preparar-me para tomar banho olhei para o espelho e para meu espanto notei que estava mais morena do que o normal.

Não era um pouco mais morena, era mesmo muito mais morena, se eu usasse os 14 produtos de prolongamento de bronze/bronzeadores que tenho espalhados lá por casa até se compreendia, mas como não uso nada (shame on me eu sei) fiquei incrédula com o que os meus olhos estavam a ver.

 

Por momentos pensei:

- Será que ando a comer algo que potencie a melanina natural? Do frio não é de certeza, que coisa estranha!

- Queres ver que descobri como ficar morena no Inverno? É desta que fico rica!

 

Já estava preparada para chamar o marido para confirmar a anomalia quando se fez luz, posso dizer que foi um daqueles raros casos em que literalmente se fez luz.

- Oh que tonta, o Moralez mudou a luzes da casa de banho, só pode ser disso!

É claro que era disso.

 

Infelizmente este frio fresco não me morenou…

Mas, tenho quase a certeza que tenho as carnes mais firmes.

Não dizem que o frio conserva? Tenho para mim que não só conservou como até desenvolveu os músculos que preguiçosamente não tenho exercitado.

Por isso esqueçam lá o bom tempo porque já fiz promessa a São Pedro de jamais voltar a reclamar do tempo se ele manter as temperaturas a zero até fim de Abril.

 

É que por este andar ganho um corpo tonificado sem mexer uma palha e entre o frio e o exercício?

Venho o frio, eu até adoro casacos.

O meu tempo desaparece

Tinha tantos planos para este blog, o início de 2017 parecia a altura ideal para fazer alterações a este cantinho,  queria mudar-lhe a decoração,  dar-lhe novas divisões,  arrumar assuntos,  dar continuidade aos textos em aberto,  criar novas rubricas,  desenvolver parcerias,  convidar vizinhos e amigos para trocar palavras. 

 

Infelizmente não será possível fazê-lo de imediato,  pelo rumo que o ano leva, talvez pelo Carnaval ou pela Páscoa,  na pior das hipóteses pelo Verão, enfim será quando conseguir esticar o tempo e conseguir agilidade para o fazer. 

 

Escrevi no final do ano que iria ter menos disponibilidade para o blog, escrevi para me mentalizar aos poucos e devagarinho que não poderia escrever com a frequência que desejo, custa-me não publicar todos dos dias, custa-me não visitar os espaços vizinhos, custa-me, mas a vida é feita de prioridades e o blog neste momento não é uma das minhas.

Perdi a conta aos posts que gostaria de ter escrito esta semana,  foram muitos,  mas não tive tempo para escrever, valeram-me os posts agendados, mas como não consigo ter muitos posts na caixa de rascunhos, porque eles gritam para serem ser publicados, acabei por ficar sem conteúdos.

 

Escrevo-vos este post de madrugada,  quando o cansaço não me deixa dormir, o meu cérebro demasiado agitado e cansado não me deixa relaxar o suficiente para adormecer. Há semanas assim que mesmo sendo mais curtas cansam por duas. 

2017 começou a todo vapor, com boas notícias, espero que seja um auspício que este será um grande ano, preciso tanto de um ano bom.

 

Disse que não faria resoluções para 2017, mas há uma que tenho mesmo que fazer, tenho de me focar e organizar, quando estamos envolvidos em vários projetos acabamos por nos perder no meio das tarefas e de repetente é todo um emaranhado de situações para resolver.

 

Foco, organização, disciplina, eficiência, eficácia são as palavras que tenho de ter sempre presentes, só assim conseguirei ter tempo para fazer tudo aquilo que tenho em mente.

 

Já vos disse que tenho tanta coisa para fazer e tão pouco tempo?

O tempo parece que desaparece, há sempre tanto a fazer e a viver.

 

Independentemente de tudo, acima de tudo aproveitem o tempo ao máximo, rentabilizem-no, tirem o melhor proveito dele que conseguirem, enganem-no se for preciso, em vez de 100% vivámos a 1000% é a melhor forma de aproveitar todos os instantes e passar a perna aos segundos que teimam em correr.