Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Coisas que eu sempre quis dizer ao Pai Natal e nunca disse (M.J. Inspira #5)

Querido Pai Natal,

Gosto muito de ti. Sei que nunca exististe e quem me comprava as prendas era o meu verdadeiro pai que amo muito, muito. Sempre soube.

A minha mãe, mulher de bom senso e muito prática, viu-se obrigada a contar a verdade quando a minha irmã do alto dos seus 6 anos lhe perguntou o porquê do Pai Natal não gostar dela. A minha mãe não entendeu logo a pergunta mas ela fez questão de explicar.

A L. que se porta mal na escola, não faz os deveres de casa e é malcriada recebeu uma boneca que fala e uma bicicleta e eu que sou bem comportada, a melhor aluna da minha classe e bem-educada recebi só uma boneca.

Perante esta observação a minha mãe não esteve com meias medidas e disse-lhe que o Pai Natal não existia e que quem comprava as prendas eram os pais verdadeiros e como o pai da L. ganhava muito dinheiro podia comprar mais prendas.

A partir daí nunca mais ninguém acreditou no Pai Natal lá em casa, eu tinha 3 anos na altura e não me recordo deste episódio, foi-me relatado mais tarde quando percebi que era a única criança que não acreditava no Pai Natal e perguntei porquê.

Por isso querido Pai Natal fica lá na Lapónia com as tuas renas e deixa de criar falsas ilusões em tantas crianças que andam todo o ano a portarem-se bem e mesmo assim nunca recebem as prendas que pedem, enquanto outras mimadas e mal-educadas recebem um camião de brinquedos.

Eu até gosto da figura paternal do senhor de barbas brancas e gosto de ver a alegria das crianças quando correm para o seu colo e os berros que dão quando querem fugir, originam sempre fotos interessantes.

Mas Pai Natal para mim tens o mesmo significado que o boneco de neve - és apenas um boneco que gosto de ter a decorar.

Isto pode ser chocante para ti mas és apenas um boneco sobrevalorizado pela coca-cola que o restante comércio aproveitou.

Desculpa se te feri os sentimentos. Ah é verdade não tens sentimentos és um boneco.

Nota: São Nicolau não tenho nada contra si, aliás gosto muito da sua história.

 

M.J. a inspirar os nossos melhores pensamentos.

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Psicogata 17.12.2015 12:32

    Concordo com o teu ponto de vista, já que por esse prisma eu em criança nunca receberia nada, as boas notas não compensavam as inúmeras asneiras que fazia.
    Em adulta tem anos que sim outros que não, mas a tender mais para o não.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.