Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Como criar um negócio de sucesso?

como ter um negócio de sucesso.jpg

 

 

Os mais céticos dirão que não existem fórmulas para o sucesso, de acordo, para o sucesso não existem fórmulas porque o sucesso pessoal é totalmente subjetivo, mas existe uma fórmula para o sucesso de um negócio:

 

A sua Génese.

 

O segredo está em criar um negócio que cumpra 6 requisitos na ótica de quem o cria e para quem é criado:

 

1 - Satisfaça uma necessidade ou desejo do mercado.

2 - Esteja de acordo com a sua capacidade de investimento ou da sua capacidade de captação de investimento.

3 - Ser numa área de negócio na qual possua conhecimentos básicos, ter capacidade de contratar quem possua ou ter possibilidade de adquirir formação no curto prazo.

4 - Um negócio que não dependa de um só fornecedor.

5 - Um negócio que não dependa de um só cliente ou mercado dependendo da dimensão.

6 - Um negócio que tenha um retorno de investimento de acordo com a sua disponibilidade financeira e psicológica de espera.

 

Posto isto qual é o negócio que devo criar?

Esta é a famosa pergunta de um milhão de dólares.

Aquela que se eu soubesse responder não estaria a escrever este post, estaria a gastar o meu milhão de dólares.

 

Como ter um negócio de sucesso?

É fácil é só responderem acertadamente à pergunta que completa todos os requisitos, poderia ser mais simples?

 

 

(Não venham cá com esforço e dedicação isso é um requisito obrigatório, se não tiverem nesse espírito nem vale a pena pensarem em criar um negócio, mas podem dedicar-se o que quiserem se o negócio não cumprir os requisitos acima listados está condenado ao fracasso.)

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Psicogata 02.09.2016 15:55

    Qualquer plano de negócios por mais bem feito que esteja é subjetivo, mas para mim é importante ter um plano de retorno compatível com a minha capacidade financeira. Supõe que invisto 20.000€ e que segundo as contas só irei recuperar no prazo de 2 anos, tenho de ter autonomia financeira pelo menos para 3.
    Tudo depende do negócio, em primeiro lugar importa logo que seja um negócio de alguma forma diferenciador, depois há uma série de fatores a analisar, nada que um plano de negócios feito com pés e cabeça não analise, por exemplo esse negócio da frutaria seria imediatamente abandonado quando se chegasse à análise da concorrência.
    Abrir uma frutaria onde já existem 2 ou 3 não é grande ideia, muito menos quando existem 8 ou 9, mais valia jogar no euromilhões. A menos que tenhas capacidade para oferecer um conceito diferente o que a maioria das pessoas não tem.
    O típico eu vou fazer melhor é o primeiro passo para correr mal, ou se tem uma clara ideia de como fazer melhor ou mais vale estar quieto.
    Não acho que o mais importante seja escolher um negócio que se goste, deve ser antes um negócio que se entenda, o gostar é muito bonito mas só se em simultâneo for rentável.
    Um dos problemas do tecido empresarial português é o endividamento, a maioria das empresas começa com empréstimos e nunca mais sai dessa realidade, não pretendo criar um negócio de milhões por isso não estarei depende das contas dos outros.
    Esses doutores economistas olham muito para os números quando deviam olhar para as pessoas.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.