Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Dieta anti-stress

refei____o-2687059.jpg

 

 

Não sou uma pessoa invejosa mas sinto inveja daquela de arder e doer os cotovelos das pessoas que quando andam stressadas emagrecem.

Conheço imensas pessoas que com o stress perdem o apetite, comem menos e emagrecem, algumas chegam a perder os kg que nunca conseguiram perder no ginásio ou com dietas.

Eu? Fico com uma fome de leão, acordo com fome, deito-me com fome e pelo meio passo o dia com fome, mesmo a comer de 3h em 3h.

E não há volta a dar, quando o meu stress aumenta, aumenta a fome, aumenta a vontade de cozinhar e aumento eu, tudo aumenta menos a engraçadinha da minha roupa que para contrariar resolve encolher.

Basicamente a minha dieta anti-stress resume-se a comer tudo o que me aparece à frente ao género trituradora, com especial incidência em hidratos de carbono e açúcares. Chocolate que é coisa que normalmente dispenso passa a estar no topo das minhas preferências e é melhor tiram-me as pipocas da frente que estas passam a ser o meu alimento favorito.

Com este apetite voraz não há corridas que vençam o excesso calórico, inevitavelmente ao fim de duas semanas a comer desalmadamente engordei, não me pesei, não preciso basta olhar ao espelho e sentir a roupa a apertar.

Este aumento de peso não ajuda em nada só me stressa mais, já sei que vou precisar de 2 meses de regime para perder os kg que ganhei em 2 semanas.

Podia ter desenhos de comer alface, poder podia, mas não era a mesma coisa. Melhor seria perder o apetite, ao menos teria uma compensação pelo stress, assim é só tudo mau.

Não é que encontre conforto na comida, sinto mesmo fome, consigo evitar comer alimentos prejudiciais mas sinto fome, quando fico nervosa, preocupada e stressada sinto mais fome, eu já não sou uma pessoa que come pouco quando o apetite aumenta como demasiado.

Pelos vistos uma coisa ando a fazer bem o chocolate ajuda a combater o stress.

Mas existem outros alimentos menos calóricos e mais saudáveis que ajudam a combater o stress.

 

Chá de camomila - um calmante natural que ajuda a reduzir o nível de ansiedade.

Chá verde – este chá contém teanina que ajuda a reduzir a ansiedade e adormercer.

Citrinos e frutos vermelhos – ricos em vitamina C ajudam a recuperar de situações stressantes.

Cenoura e outros vegetais e frutas crocantes – comer cenouras e maças ajuda a saciar a nossa vontade de comer alimentos crocantes, uma alternativa saudável aos snacks.

Legumes verdes – ricos em magnésio ajudam os músculos a relaxar, no espinafre encontramos também ácido fólico que ajuda na produção de dopamina, a substância do prazer que ajuda a manter a calma.

Banana e abacate – ricos em potássio ajudam a manter a pressão sanguínea baixa dando a sensação de tranquilidade.

 

A minha dieta terá como base muito chá, pouco café, algum chocolate e muitas frutas e legumes que para além de ajudarem no combate ao stress ajudam a manter a linha.

 

E vocês o que comem quando estão stressados? Atacam a o frigorífico ou perdem o apetite? Alguma dica para uma dieta antisstress? Contem-me tudo.

6 comentários

  • Imagem de perfil

    Psicogata 16.03.2016 12:37

    Muito gostam as mulheres de se vingar nos doces!
  • Imagem de perfil

    LadyVih 16.03.2016 13:33

    Então se forem chocolates ou gelados... Pior!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 16.03.2016 14:06

    Esses dois são o demo! Mas as pipocas caramelizadas e as batatas fritas não ficam atrás.
  • Imagem de perfil

    LadyVih 16.03.2016 14:33

    Pipoooocaaaas... Batatas fritas!
    Acabei de almoçar, possa....
  • Imagem de perfil

    Psicogata 16.03.2016 14:50

    Nem digas nada, comi peixe assado com 1 colher de arroz, de sobremesa 2 kiwi e estou esfomeada.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.