Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

E agora 2017?

O que esperar de ti?

Sinceramente, não sei, tenho desejado tanta coisa nos últimos anos, que não sei bem o que desejar para 2017, já escrevi que a minha única resolução para 2017 é ser feliz.

Ponderando os meus desejos dos últimos anos, são poucos os que dependem de mim por isso é natural que não se tenham concretizado, para 2017 desejo apenas saúde para mim e para os que me rodeiam, o resto virá por acréscimo.

 

Este desejo pode soar a discurso de Miss Mundo, mas a verdade é que a saúde física e mental é o bem mais precioso que temos na vida, por isso para 2017 desejo a todos muita saúde para que possam viver a vida como desejarem.

2016 foi o ano em que mais vezes entrei num consultório médico durante a vida pelos mais diversos motivos, não é que tivesse nada de grave, mas o simples facto de estar naquele ambiente fez-me perceber a fragilidade da nossa saúde e até da nossa vida.

2017 foi também o ano em que perdi um companheiro de infância, um colega e amigo de escola, nascido no mesmo ano que eu que faleceu inesperadamente e inexplicavelmente. Quando algo assim acontece faz-nos questionar o sentido da vida e o que vale ou não a pena fazer com ela, não é suposto morrermos na flor de idade sem causa aparente.

 

No dia 31 de Dezembro de 2016 passamos para o dia 1 de Janeiro de 2017, é o fechar de um ciclo, o renovar da esperança, é como começar um novo capítulo da nossa história com 365 páginas.

Gosto de páginas em branco para poder escrever nelas o que bem entendo, assim pretendo escrever 365 páginas novas de um capítulo feliz do livro da minha vida.

 

A todos votos de 365 páginas felizes, que 2017 seja um capítulo alegre da vossa longa e feliz vida.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.