Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

E estamos no final do ano 2017

Ainda falta quase um mês inteiro para o final do ano, mas à velocidade que 2017 passou, pelo menos para mim, amanhã quando acordar já será 2018.

2017 foi um ano que foi medido por prazos, esperar por determinado dia e depois por outro e entre uma espera e outra passaram-se primeiro 4 meses e depois mais 5 e estamos no final do ano.

 

O meu único objetivo para 2017 era ser feliz, confesso que comecei o ano sem grandes esperanças e termino sem as ter encontrado, se fui feliz?

Fui, tive momentos de felicidade plena e momentos em que me senti terrivelmente infeliz, foi um ano de contrastes, de picos, entre altos e baixos que apesar de intenso, carregado, não operou qualquer mudança na minha vida, que esta exatamente no mesmo patamar que estava em Dezembro de 2016.

 

A minha vida não mudou, mas eu sinto que ao longo deste ano eu mudei, cresci, amargurei, endureci e perdi, perdi muitas ilusões mas em contrapartida ganhei muitas certezas.

Reencontrei-me, mas nunca me senti tão perdida, não me importo, embora não faça a mais pálida ideia de para onde me encaminho, sei o que sou e não há nada, nem ninguém que vá mudar isso.

Não encontrei todas as respostas, não fiz sequer todas as perguntas, desisti da maioria dos planos e a vida continuou e eu continuei vivendo um dia de cada vez.

 

Para 2018 não espero nada, desejo muito, mentiria se escrevesse que não, mas não quero desejar, quero apenas abraçar o que a vida estiver preparada para me dar e pela primeira vez em 4 anos não pedirei desejos, não farei resoluções, no bater das 12 baladas fecharei os olhos para os abrir em 2018, nada mudará, apenas um número no calendário, mas quero começar o ano em claro, sem nada no pensamento.

Dos planos megalógonos, da ilusão de uma gota fazer um oceano fica a lição, que não devemos extrapolar, imaginar, pedir demais, temos que valorizar o que temos e aceitar o que não podemos ter.

Não há como mudar o que não pode ser mudado, essa é grande lição da vida, quanto mais depressa aceitarmos os factos mais depressa os superamos.

 

O que será, será, aconteça o que acontecer a vida continuará a correr, por isso não vale a pena ficarmos parados num momento que não podemos mudar.

O único caminho é seguir em frente por mais curvas que a estrada possa ter, só nos resta continuar em frente.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Psicogata 07.12.2017 09:27

    Obrigada Amor por estares sempre desse lado, sem ti ao meu lado seria tudo muito mais difícil.
    Amo-te muito.
  • Imagem de perfil

    Moralez 07.12.2017 09:32

    Espero estar sempre à altura do nosso compromisso. Amo-te muito ♥
  • Imagem de perfil

    Psicogata 07.12.2017 09:34

    Não tenho dúvidas que estarás
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.