Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Incoerência

Foco, concentração, objetividade, assertividade, precisão, centro, rumo, plano, convergência, direção, rumo, caminho.

Palavras que me invadem a mente a cada segundo seguidas de dúvidas, incertezas, incoerências, dispersão, desconcentração.

Têm sido assim os meus dias entre o tentar descontrair e o tentar focar.

Não consigo pegar em nenhum projeto e leva-lo até ao fim, até este blog que parecia ser a exceção tem padecido da minha falta de disciplina, teria imensos assuntos sobre os quais escrever, mas não tenho vontade de o fazer.

A desorganização tomou conta da minha vida, não consigo organizar nada, à exceção do meu trabalho de 8h, esse tem de ser feito, anda tudo virado do avesso, deve ser por isso que no espaço de uma semana vesti duas vezes uma camisola do lado contrário, chegando uma vez a sair de casa assim.

Não é que esta situação me preocupe, não é a primeira vez que disperso atenção por um sem fim de projetos e ideias, acredito até que faça parte do processo de encontrar um projeto que me apaixone que no qual valha a pena investir.

Este texto pode ser o primeiro passo para organizar ideias e conseguir programar a minha vida de outra forma, apesar de não ser preocupante, é um pouco desconcertante ver o tempo passar quando sei que poderia estar a rentabiliza-lo de outra forma.

Não é final de ano, mas por aqui estamos em espécie de balanço, avaliação e introspeção.

Na vida às vezes é preciso perder-nos para encontrar o caminho certo, afinal qual seria a piada de ter um rumo 100% definido, não faço ideia do que quero fazer daqui a 5 anos e acho isso delicioso, afinal o único plano que faz sentido para a vida é ser feliz e o que hoje me faz feliz, amanhã poderá não fazer.

Nos últimos dois anos aprendi a viver no curto prazo, sem fazer planos, afinal não há como prever a vida, nem tudo o que é tido como certo, acontece, nem sempre o que é o passo seguinte, é dado.

Viver um dia de cada vez, se para me centrar, preciso primeiro de andar à deriva, que assim seja.

Bom fim-de-semana.

9 comentários

Comentar post