Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

It's beginning to look a lot like Christmas

Pelas ruas da cidade há um contraste entre o ar gélido e o tom quente das luzes

Ouvem-se músicas natalícias, sente-se o cheiro a canela por entre o burburinho

Montras minuciosamente decoradas convidam-nos a entrar

As árvores trocaram o seu verde simples pelos adornos vermelhos e dourados

Parece Natal, respira-se Natal, mas eu não me sinto Natal.

 

Este ano ainda não encarnei o espírito natalício, parece Natal, mas é como se o Natal estivesse ainda distante, longínquo, como se faltasse ainda muito tempo e eu tivesse ainda esse tempo para me preparar para ele.

A casa está decorada, as prendas estão compradas, mas não sinto o Natal, há um desânimo geral, uma letargia que me faz ficar não triste, mas contida, reservada, expectante.

Talvez seja a certeza que é mais uma época festiva que em breve termina e tudo volta ao de sempre, há uma ligeira hipocrisia no ar.

Como me irrita a hipocrisia…

Finge-se que está tudo bem por 24h para que o Natal seja de paz e de amor, e se não existir paz e amor?

Não existe, o mundo está virado ao contrário, as prioridades e os valores estão completamente invertidos.

 

Também o meu mundo anda confuso, os últimos anos têm sido complicados, a vida fez-me reajustar prioridades, enxergar verdades que tentei esconder durante anos, perceber falhas minhas e, mais importante, perceber falhas naquilo que me rodeia e nos que me rodeiam.

A vida não é perfeita e aquilo que esperávamos que fosse está longe de ser o que é, não sei se é pior ou melhor, é relativo, as desilusões moldam-nos o carácter e tornam-nos mais fortes e persistentes, mas sabedoria é diferente de felicidade.

O balanço do ano, da vida sobrepõe-se ao Natal, talvez durante a semana este torpor desvaneça e a magia do Natal me contagie, por outro lado, quando não se espera nada tudo o que se recebe tem outro sabor, mais intenso.

Olho em redor e não vejo alegria, apenas azáfama, talvez seja por isso que o espirito natalício ainda esteja adormecido.

 

Espero que a magia do Natal nos contagie e que aqueça os nossos corações, para que o Natal possa ser de paz e amor e que essa paz e amor perdurem em nós e no mundo.

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Psicogata 19.12.2016 11:59

    Lá está, finge-se que está tudo bem por amor, mas não é fácil. Tens de ter muita paciência e autocontrole.
    Felizmente não tenho de fazer fretes, mas há alguns desentendimentos e alguns detalhes que me fazem confusão e como não consigo ficar calada e indiferente tenho de me dar um auto sermão para comportar-me em conformidade com a paz e o amor.
    Mas este ano está difícil porque não me sinto no espírito.
  • Imagem de perfil

    Ana Gomes 19.12.2016 12:00

    Eu também não e para me controlar vai o meu portátil comigo e o meu livrinho a acompanhar e assim distraio-me daquilo tudo e da hipocrisia de quem só nos faz mal!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 19.12.2016 12:03

    Estares distraída ajuda, especialmente porque pelo que escreves estarás mesmo fora de casa, o que piora muito as coisas.
  • Imagem de perfil

    Ana Gomes 19.12.2016 12:04

    Sim estarei fora de casa e é daquelas coisas em que só rezo para que abram os presentes às 22h por causa dos miúdos para me vir embora!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.