Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Não é ressaca, é exaustão

Sentia-me cansada, esgotada, pensava eu que com umas férias a coisa voltava à normalidade, só que estava redondamente enganada.

Isto já não é cansaço ou esgotamento, a princípio ainda pensei que seria ressaca das férias, mas não é ressaca, é mesmo exaustão.

Pela primeira vez na vida estou cansada de trabalhar no mesmo lugar, diria que estou mais cansada das pessoas e dos processos do que da empresa em si, a minha equipa é excelente, adoro o que faço, mas tudo o resto sugou-me toda a paciência que tinha e até a que julgava que não tinha.

As tramas, as desconfianças, o sacudir das culpas e da responsabilidade, o tentar queimar o colega, a falta de solidariedade, de apoio, de interajuda fazem-me mal.

Sinto mesmo vontade de abraçar um novo projeto, com pessoas novas, com rotinas diferentes, mas depois lembro-me do passado e recordo que o que tenho agora é um pedaço de céu comparado com o que já tive.

Há sempre este desânimo quando se regressa à rotina, depois de duas semanas sem horários, sem rotinas, sem tarefas, sem e-mails constantes e telefonemas diversos, custa voltar à realidade dos dias.

Ainda tive a benesse de nos primeiros dias andar fora em reuniões, mas o que pareceu ser um presente, acabou por ser envenenado, já que se traduziu em mais trabalho acumulado no regresso ao escritório.

Pensava eu que as férias me iriam dar ânimo, enganei-me redondamente.

As férias só serviram para provar que não fui feita para estar presa, contida e confinada, pode ser que depois de uns dias fechada e compenetrada no trabalho me habitue de novo às rotinas, afinal somos criaturas de hábitos, ou então não.

Talvez um dia tenha um emprego de sonho, um que me permita estar e fazer sempre o que me apetece.

6 comentários

  • Imagem de perfil

    Psicogata 13.04.2017 16:32

    Sabes qual é o problema maior?
    É que sinto que me estou a queixar de barriga cheia...
    Mas toda a gente se queixa também tenho direito.
    Tenho usado muito o blog para reclamar ultimamente se calhar o que me esta a fazer falta é reclamar em voz alta e quem sabe mandar algumas pessoas dar uma curva!
    Oh vida!
  • Imagem de perfil

    Pequeno caso sério 13.04.2017 16:41

    Desabafar não resolve...mas alivia.
    Quanto à questão de te queixares de barriga cheia não creio que deva ser encarado assim.
    Lá por teres um (bom) emprego não quer dizer que não devas ambicionar melhor.
    Talvez sentares -te com quem de direito , sem interrupções, para expores o teu ponto de vista seja um bom começo. Se para isso é preciso "tê - los" no sítio? É.
    Mas não vejo que isso seja um problema para ti.
    ;)
  • Imagem de perfil

    Psicogata 13.04.2017 16:44

    Pois não, cada pessoa tem as suas queixas e as suas ambições e expetativas.
    Já sentei e já reclamei, só agravou o problema, porque não consegui o que queria e estou revoltada e não está a ser fácil ultrapassar isso.
    O meu emprego tem coisas mesmo muito boas, mas quando a falta de reconhecimento monetário começa a ser gritante começa a ser complicado.
  • Imagem de perfil

    Pequeno caso sério 13.04.2017 16:58

    Bem, então penso que já fizeste o que podias.
    Agora só te restam duas opções :
    ou ficas onde estás e aceitas o que tens e aprendes a viver com isso
    OU
    começas a procurar outra coisa arriscando perder o que tens agora.

    A questão monetária é importante mas não pode ser determinante. Dou - te o melhor exemplo que conheço : o meu.
    Adoro o que faço ( embora tenha coisas que abomino ) mas não sou aumentada há 11 anos. Não é por causa disso que deixo de fazer o que faço com a mesma paixão que me levou a começar há quase 20 anos. Aprendi a viver com esse "detalhe" e sempre que posso mostro a minha indignação. Se adianta alguma coisa? Para a minha consciência sim. E isso é tudo o que me interessa.
    ; )
  • Imagem de perfil

    Psicogata 13.04.2017 17:36

    Estamos mais ou menos na mesma situação então, vou mostrando a minha indignação sempre que posso, mas é mesmo só por uma questão de ficar bem com a minha consciência porque não tem adiantado de nada.
    De momento mudar é complicado, teria de ser algo altamente aliciante a todos os níveis, por isso resta-me aprender a viver com isto.
    Obrigada ;)
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.