Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

O embuste da Black Friday

ThinkstockPhotos-483571727_500X330.jpg

 

 

E isto é um escândalo, um ultraje, um roubo. Então subiram os preços antes das promoções e vai-se a ver ainda estão a ganhar mais!

Mas ainda alguém acredita no Pai Natal?

Eu acredito nos Reis, esses sim trouxeram prendas, como quem diz acredito nos saldos, se saldos para mim são reduções para cima de 50%, vá lá 40% já pode ser considerado saldo.

Defeito da profissão, informação privilegiada ou conhecimento de mercado, posso dizer-vos que esta é uma técnica usada pelas grandes superfícies e não só.

O marketing é uma ferramenta poderosíssima e em Portugal apenas os grandes grupos a sabem usar devidamente e retiram efetivamente grandes lucros disso.

Usar campanhas publicitárias para incutir nos consumidores que têm os preços mais baratos do mercado foi de génio, ainda mais num país onde uma grande parte das pessoas acreditam em tudo o que veem na televisão seja publicidade ou não.

E de repente toda a gente só compra nesses gigantes mesmo que sejam os mais caros e os que têm menos serviço e pior atendimento.

Recordo-me de um casal de amigos que à procura de eletrodomésticos foram aconselhados numa grande superfície a comprar determinada marca, acabaram por ir comprar os eletrodomésticos selecionados noutra grande superfície que estava com uma promoção. O que eles não perceberam é que não tinham sido aconselhados por um colaborador da loja mas por uma promotora da marca.

Acredito que tenham comprado o melhor dentro daquela marca, se compraram o melhor do que existia no mercado? Não creio.

Eu sou dada a promoções e a ofertas, adoro receber brindes, mas em compras de grande valor, convém sempre verificarmos o que estamos a comprar, fazer uma pesquisa prévia, a Internet serve para muito mais que visitar o Facebook, pesquisem, comparem, apontem preços, esperem pelas promoções mas certifiquem-se que estão mesmo a comprar em promoção.

O mesmo vale para as promoções dos supermercados, muitas delas não são realmente de 50%. É preciso estar com atenção.

No vestuário e calçado é mais difícil de controlar os preços, mas podem nas lojas que têm site selecionar os produtos que pretendem, apontar os preços e esperar pelos saldos para verificar se realmente compensa a compra.

Foram consumidores que fizeram uma pesquisa deste género que realizaram as denúncias à Deco, felizmente os consumidores estão gradualmente mais informados e isso contribui para que as leis do mercado e concorrência sejam respeitadas e que sejam punidas as entidades que não as respeitam.

 

Outro detalhe importante, chamam-lhe Black por algum motivo não acham?

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.