Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

O real perigo de Donald Trump

8e619f2d6a15c3ca99daf87ad4529dfa.jpg

 

Donald Trump a par com a tensão entre os Estados Unidos e a Rússia deve ser o assunto mais preocupante da atualidade, especialmente se pensarmos que Donald Trump poderá vir a estar associado a essa tensão em breve.

A maioria das pessoas vê Donald Trump como um fanfarrão que pode ou não vir a ser o presidente dos Estados Unidos, mas não dá grande importância porque ele vai governar um povo que está do outro lado do oceano e porque ele até nem manda nada sozinho, veja-se o caso do presidente Obama que foi condicionado pelo Senado e pela Câmara dos Representantes

Só que há um detalhe, um detalhe de extrema importância, o presidente dos Estados Unidos é também o Chefe Supremo das Forças Armadas do país.

Isto poderia não ser preocupante se o presidente não tivesse autonomia neste campo, mas tem, embora não possa declarar guerra pode destacar tropas para onde quiser e bem entender. O que está aqui em causa é ter-se uma pessoa com poder de largar uma bomba nuclear ou uma arma química que tem um discurso xenófobo e racista.

O presidente dos Estados Unidos tem também poderes alargados no que toca à diplomacia, como é que alguém que destrata povos e comunidades pode ser o mais alto diplomata de um país que se apelida de livre?

A verdade é que se os Estados Unidos não mereciam Barack Obama, o mundo não merece Donald Trump.

Hillary Clinton está longe de ser uma escolha consensual, mas claramente aqui a frase de mal o menor aplica-se com toda a clareza, não podemos cair no erro de escolher Trump porque Clinton representa uma série de coisas más e instituídas, quando Trump é um ser irascível, intratável e francamente míope e perigoso.

O descontentamento com o poder não pode, nem deve justificar a eleição de uma pessoa despreparada, com princípios e valores desalinhados com os da própria Constituição do país.

Que o povo norte-americano não preza pela inteligência todos estamos cansados de saber, mas poderá a sua ignorância chegar a tanto?

Espero sinceramente que não, o mundo já está complicado o suficiente e o que menos necessitamos é de uma guerra que resulte de uma implicância ou demonstração de poder de uma criança mimada e egocêntrica que por azar é rica e influente.

Convenhamos que a crise financeira do Ocidente, a ansiedade da Rússia em ter relevância e a instabilidade no Médio Oriente são ingredientes mais do que suficientes para se justificar uma guerra.

A grande questão é se o Planeta sobrevirá a mais uma guerra?

Os grupos que têm capacidade para destruir, são os mesmos que têm capacidade para reconstruir, esperemos que tenham consciência que se não existirem pessoas não é possível reconstruir seja o que for.

E espero que tenham consciência do perigo que é ter Donald Trump como presidente de uma potência e que o travem antes que seja tarde demais porque as declarações dele só têm piada porque são hipotéticas se forem reais perderão toda a graça e só causarão desgraça.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Psicogata 19.10.2016 14:25

    Andy estou longe de achar que Hillary Clinton é a melhor pessoa para ser presidente dos EUA, mas achas que Donald Trump ser presidente faz algum sentido??
    A comunicação social até pode distorcer algumas coisas, mas os ideais dele são errados, diz barbaridades a torto e a direito e é uma pessoa que espelha o pior da classe empresarial americana.
    Quer dizer a Clinton deve favores a empresários e a alternativa é colocar lá um??
    Nenhum dos dois deveria chegar a presidente, mas como são os dois únicos candidatos com hipóteses de lá chegar, escolho Hilary Clinton sem dúvida alguma.
  • Imagem de perfil

    Andy Bloig 19.10.2016 14:43

    A Hillary é uma falsa... tal como o Obama.
    O Obama vêm para a televisão dizer que só tem uns quantos polícias a ensinar os iraquianos, ao mesmo tempo que passa autorizações legislativas para colocar mais de 60000 soldados americanos no Iraque. Para tudo o que possas ler em comunicados oficiais, os EUA só tem umas dezenas de instrutores a ensinar os soldados iraquianos.
    E ter lá alguém que é demasiado falso e que tem medo de tomar medidas, acaba por ser mais um problema do que uma solução.
    Na Europa vamos começar a apanhar com isso já nas eleições de França e Alemanha, onde poderá acontecer algo que o sistema eleitoral estava previsto para nunca poder acontecer. A Marine sabe que a única forma de derrotar o sistema eleitoral (corrupto) francês é vencer na primeira volta. E, segundo as sondagens, está a menos de 5% de conseguir isso. (Na França o sistema tornou "impossível" um partido que não seja dos 2 grandes, vencer na 2 ronda, pois se 1 dos candidatos não for eleito com 50% na 1 volta, passam os 2 mais votados e os 2 partidos, caso só 1 passe à 2 ronda, unem-se para colocar mais deputados.) Na Alemanha, um partido que tem tanto de orçamento como uma loja da baixa de Lisboa, conseguiu eleger mais de 20% deputados para as assembleias regionais, incluindo mesmo o estado natal da chanceler alemã, onde o partido dela e o SPD costumam partilhar mais de 80% dos votos. Tiveram metade do normal.
    Os russos só andam a aproveitar isso. Enquanto cá se fazem favores e se dão beijinhos e abraços, ao mesmo tempo que se "cortam cabeças pela via judicial", eles tem os recursos. O que farão os EUA quando a Rússia invadir boa parte da Ucrânia e cortar o abastecimento de gás e petróleo à Alemanha e países da Europa Central? 86% do combustível que a Alemanha usa para aquecimento, durante o Inverno, é proveniente da Rússia.
    E tudo, porque os governos seguiram o politicamente correcto e esqueceram-se da vertente humanitária baseada nas regras e normas que qualquer cidadão do país é obrigado a seguir. Com desconfiança, vale mais um fala-barato de que as pessoas já esperam tudo, do que alguém que te aperta a mão e dá 3 facadas nas costas ao mesmo tempo que te empurra pela janela.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.