Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Psicologia da árvore

Dizem que o teste criado pelo psicólogo Pip Wilson, originalmente criado para perceber o comportamento e adaptação das crianças na escola, ajuda não só crianças como adultos a perceberem quem realmente são e como se sentem.

Quando li fiquei imediatamente curiosa, um teste que nos dá imediatamente estas duas informações é fantástico, afinal quem é que não quer saber quem é e como se sente?

Este teste pode mesmo acabar com este grande dilema da Humanidade.

O teste chama-se Blop Tree e é muito simples: basta olhar com atenção para a imagem de uma árvore onde estão vários bonecos numerados em posições e situações diferentes, primeiro escolhe-se o boneco com quem nos identificamos mais, depois qual o boneco que gostaríamos de ser.

Pip Wilson escreveu que a sua missão é chegar ao lado mais profundo das pessoas, ultrapassando o que está à superfície.

 

Preparados para grandes revelações?

Descubram lá como se sentem, olhem bem para esta imagem.

 

ng7986510.jpg

 

 

Já escolheram?

Vejam os resultados:

 

Números 1,3,6 ou 7 é uma pessoa com motivações e objetivos, que não tem medo de enfrentar dificuldades nem obstáculos.

Números 2, 11, 12, 18 ou 19 é uma pessoa comunicativa e sociável que está sempre disposta a ajudar os amigos.

Número 4 é uma pessoa estável que quer ter sucesso na vida sem ter de enfrentar muitas dificuldades.

Número 5 é uma pessoa que está muitas vezes cansada ou se sente fraca e não temo motivação ou energia para viver.

Número 9 é uma pessoa alegre que gosta de divertimento.

Números 13 ou 21 é uma pessoa reservada, que enfrenta conflitos internos de vez em quando e procura evitar os outros.

Número 8 é uma pessoa sonhadora que gosta de meditar e estar no seu próprio mundo.

Número 10 ou 15 é uma pessoa satisfeita com a sua vida.

Número 14 está emocionalmente exausto e em plena queda. Pode estar a enfrentar uma crise emocional.

Número 20 tem uma grande autoconfiança. É um líder natural e quer ser o único a ser ouvido.

Número 16 está cansado da obrigação de apoiar alguém.

Número 17 acha que é alguém que chama muita atenção.

 

Estão boquiabertos com o resultado digam lá?

 

Ora o meu foi simples escolhi imediatamente o número 20! Não, não é porque sou uma líder nata (embora também seja verdade segundo o meu signo), mas porque quando subo a uma árvore ou montanha gosto sempre de ir para o ponto mais alto porque tem melhor vista, não é básico?

Mas logo depois olhei para o 11 e o 12 e pensei, também poderia estar ali, depende se estivesse a subir a árvore sozinha ou acompanhada.

Depois fiquei também a olhar para o 9, é óbvio que antes de subir iria balançar algumas vezes na corda, seria quase instintivo.

Portanto segundo este teste, sou uma líder, comunicativa, sociável e uma pessoa alegre que gosta de se divertir, tudo coisas novas para mim, é que eu não fazia a mínima ideia que era assim! Andava completamente enganada.

 

Sr. Dr. Pip Wilson isto pode resultar muito bem com as crianças que identificam as posições da árvore com as posições em que estão no recreio, mas com os adultos é só parvo. Já agora uma dica o número 14 deve ser muito útil para identificar vítimas de bullying, mas deixe o seu teste para as escolas.

Digam-me o vosso resultado dir-vos-ei quem sois.

 

17 comentários

  • Imagem de perfil

    Psicogata 15.12.2016 11:47

    OH Andy...
    Que grande confusão.
    Então passas a vida a ajudar os outros a subir e queres chegar ao topo para estares sozinho?
    Estás farto de ajudar os outros e não seres retribuído, o meu conselho? Faz mais como o 9 e pensa em chegar onde está o 10.
    Não podemos só ajudar, a vida é para ser divertida :)

    Era para ser brincadeira, mas saiu séria a resposta.
  • Imagem de perfil

    Andy Bloig 15.12.2016 11:52

    Eu ajudo outros a subir mas, gostava de estar lá em cima descansadinho a ver os outros a correr pela árvore acima e acabarem no sítio de onde tinham partido.
  • Imagem de perfil

    Sofia 15.12.2016 11:59

    Não, se chega ao topo sem esforço!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 15.12.2016 12:04

    Nem sempre Sofia, às vezes alguns são levados ao colo!
  • Imagem de perfil

    Sofia 15.12.2016 12:10

    As pessoas como eu. não nasci com o rabo virado para a lua, que tudo é dado de mão beijada!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 15.12.2016 12:28

    Nem eu, se quero alguma coisa tenho de lutar.
  • Imagem de perfil

    Sofia 15.12.2016 12:44

    Ás vezes irrita, uns nõa terem que fazaer nada!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 15.12.2016 14:14

    Depende da atitude, ninguém tem culpa de nascer num berço de ouro, o que fazem com isso é que conta.
  • Imagem de perfil

    Sofia 15.12.2016 14:14

    Sim, mas a maioria já sabes como é!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 15.12.2016 14:36

    Acho que parte muito da educação, por exemplo, os novos ricos têm tendência a serem insuportáveis, mas lá está depende sempre da atitude.
    Conheço pessoas que nasceram em berço de ouro e são humildes, amigas, disponíveis e preocupadas, pessoas que só porque tiveram acesso a tudo não se acham as maiores.
  • Imagem de perfil

    Sofia 15.12.2016 14:48

    Tal e qual!
    E os novos ricos é que deviam ser menos insupotáveis.
  • Imagem de perfil

    Psicogata 15.12.2016 14:50

    Já diz o ditado não sirvas a quem serviu, não peças a quem pediu.
    As pessoas esquecem-se com facilidade de onde vieram.
  • Imagem de perfil

    Sofia 15.12.2016 14:51

    Mas é triste, enfim...
  • Imagem de perfil

    Psicogata 15.12.2016 15:00

    Para mim essas pessoas são paisagem, não lhes dou importância.
  • Imagem de perfil

    Sofia 15.12.2016 15:04

    Sim, mas a atitude superior em relação irrita-me!
    E a maioria é de uma educação!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 15.12.2016 15:12

    A essas pessoas o melhor é fazer-lhes o mesmo, olha-las de cima
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.