Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Ressaca de Natal

Ressaca de Natal é o nome que encontrei para o estado de languidez e inércia que me encontro, poderia escolher um nome mais pomposo, mas não encontro.

É toda uma dificuldade de pensar, de coordenação entre o cérebro e os membros, que digito em modo automático.

 

Foram apenas dois dias, mas dois dias tão preenchidos que renderam por uma semana, mas o Natal é assim uma avalanche de sentimentos, emoções, alegria pela partilha com quem está, a tristeza de não abraçarmos quem já partiu.

O Natal cansa, mas é um cansaço bom, por isso ontem tirei o dia para descansar, repor energias, no aconchego do calor do lar, nós os dois, a árvore já (quase) sem prendas, as gatas e uma série, um dos nossos programas favoritos.

 

Este estado é característico dos grandes acontecimentos, aqueles que antecipamos, que degustamos com intensidade e que quando se esgotam sabem a pouco. Apesar do espírito natalício este ano ter tardado, não falhou, no dia, rodeada da família ele aparece sempre.

 

Hoje, de volta à rotina, não há meio da rotina estabilizar, tenho vontade de não fazer nada, mas a vida não nos permite ficar em suspenso por muito tempo, porque o tempo não para, há que acelerar e trabalhar.

Tenho a certeza que ganhei de presente mais 1 ou até 2 kg nos últimos dias, talvez por isso tenha tanta dificuldade em mover-me.

 

Cansada, mas de coração cheio é este o balanço do Natal que se traduz numa ressaca, mas das boas.

 

E o vosso Natal? Correu bem?

Muitas prendinhas e muitos miminhos?

Não vou questionar os doces, porque sei que esses não devem ter faltado.

Espero que estejam de ressaca como eu, mas das boas.

 

8 comentários

  • Imagem de perfil

    Psicogata 27.12.2016 14:57

    Lá em casa é um dia num lado, outro noutro assim ninguém fica triste :)
    Ainda bem que correu bem :)
    Comida é melhor nem falar nisso
  • Imagem de perfil

    Ana Rita 🌼 27.12.2016 15:22

    lololol... estamos em época de disparates - ainda hoje comi uma fatia dourada - comer e beber!

    Nós já não dá para fazer isso... são 260km entre a casa dos meus pais e dos meus sogros.
  • Imagem de perfil

    Psicogata 27.12.2016 15:24

    Ontem comi pouco, hoje também não abusei no almoço e tenciono continuar assim até sábado, em Janeiro tenho mesmo de cortar nos excessos porque ando a abusar.

    Com 260km é difícil, mas conheço quem o faça :)
  • Imagem de perfil

    Ana Rita 🌼 27.12.2016 15:35

    Eu como nunca fiz dieta acho que também não vai ser uma prioridade em 2017...agora vou comendo e bebendo e lá para dia 3 ou 4 de Janeiro penso bem bem nos disparates que fiz!! ahahahah
  • Imagem de perfil

    Psicogata 27.12.2016 15:45

    No meu caso já não é uma questão de dieta, é mesmo sentir que o meu organismo já não tolera também os excessos, é preciso ter mais cuidado com a alimentação para evitar acima de tudo problemas de saúde.
    Não é que faça uma alimentação desequilibrada, até é bastante equilibrada, falta mesmo é conseguir evitar algumas coisas como refrigerantes e alguns alimentos processados.
  • Imagem de perfil

    Ana Rita 🌼 27.12.2016 15:49

    Quanto ao corpo já não estar habituado estou contigo...ando a sofrer as consequências dos excessos de doces e fritos... é coisas a mais que medo!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 27.12.2016 15:52

    No dia 25 senti mesmo o meu estômago a queixar-se, não era afrontamento ou azia, era mesmo uma sensação de peso, algo que só acontece quando como demasiado, porque embora comesse espaçadamente, comi demasiado.
    Acredito especialmente porque muitos doces de Natal são fritos, embora o meu problema não sejam os doces... foram mesmo os salgados.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.