Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Língua Afiada

Como escolher uma máquina de lavar roupa?

A minha querida máquina de lavar roupa avariou, avariou logo quando queria comprar um novo forno, lá em casa estraga-se tudo ao mesmo tempo, logo depois avariou a máquina de lavar louça, que felizmente foi possível reparar, entretanto tivemos também de reparar a bomba da água do poço, só boas notícias para começar o ano em grande.

Sempre que decidimos comprar um eletrodoméstico ou aparelho de um valor considerável acabamos por fazer uma pesquisa sobre a melhor opção do mercado e como já é habitual vou partilhar convosco o resultado da minha pesquisa.

Antes de escolherem o modelo, existem algumas caraterísticas que devem ter em atenção:

 

Capacidade de lavagem

Grandes capacidades de carga – 10, 11 e 12 Kg

- Indicadas para quem necessita de lavar grandes quantidades de roupa, não é necessário ter uma família numerosa para escolher este tipo de máquina, pode até ser uma pessoa sozinha que costume juntar a roupa de vários dias e fazer apenas uma ou duas lavagens por semana.

 Se a capacidade de lavagem pode assustar, convém não esquecer que a maioria das máquinas de grande capacidade têm meia carga e função fuzzy logic que doseia a água conforme a roupa que se coloca, permitindo poupar água e tempo a cada lavagem.

- Outro fator importante uma máquina de grande capacidade lava pouca roupa e já o contrário não acontece.

- Em termos de poupança ao fazer menos lavagens acaba por poupar na fatura da água e da eletricidade a longo prazo, mas como ainda não existem muitos modelos os valores destas máquinas são substancialmente mais altos.

 

Baixas capacidades de carga – 5 e 6 kg

- Já não existem muitos modelos com estas capacidades e por norma apresentam menos funcionalidades, se podem ser atrativos pelo preço é conveniente analisar as etiquetas energéticas e perceber se a longo prazo o barato não sairá caro.

- Um tambor de 5 ou 6 kg não permite lavar um cobertor ou edredão o que pode implicar mais idas à lavandaria que seriam evitadas com a escolha de uma máquina com mais capacidade, é uma despesa a ter em conta na seleção da máquina.

- Indicadas para quem faz muitas lavagens de pouca quantidade de roupa.

 

Capacidades médias de carga – 7, 8 e 9 kg

- Indicadas para quem tem necessidade de fazer várias lavagens de capacidades médias, relembro que estas máquinas com mais funcionalidades têm funções que permitem lavar quantidades mais pequenas de roupa sem prejuízo dos gastos de eletricidade e água.

- Tal como a capacidade, também o seu preço é médio, como são as capacidades mais vendidas é onde existe mais concorrência, logo mais modelos, mais promoções e preços mais competitivos.

- Muitos modelos, mas muitos diferentes, a oferta é muita, mas convém perceber as diferenças entre as várias opções do mercado.

 

Eficiência energética

- A eficiência energética é muitas vezes mal interpretada, é normal o consumidor só analisar o indicie de eficiência energética total, mas há muito mais a ler na etiqueta energética do produto.

Etiqueta.jpg

- Comparar o consumo anual de água e a eficiência energética de secagem é igualmente importante, de notar que máquinas de maior capacidade consumem mais água, mas não significa que sejam menos eficientes.

 

Velocidade de centrifugação

- As rotações por minuto da centrifugação variam entre as 1000 e 1600 rpm, sendo que as 1600 rpm apenas estão presentes em máquinas de maior capacidade, quanto maior a capacidade de rotação maior a extração de água da roupa, mas também maior a torção que esta sofre, a partir das 1400 rpm o ganho não compensa o estrago, a não ser para têxtis muito resistentes como toalhas de banho.

- Se pretende secar a roupa na máquina de secar tenha em atenção que centrifugar a 1000 rpm ou a 1400 rpm faz muita diferença.

 

Programas e funcionalidades

- É nesta parte que é preciso ter especial atenção, ler os manuais de instruções é importante para percebermos como funciona cada máquina e quais os programas que têm disponíveis, grande parte dos utilizadores utiliza sempre o mesmo programa, mas a adequação do programa a cada tipo de lavagem pode garantir uma grande poupança ao final do ano.

Quais a funcionalidades que procurei:

- Possibilidade de ajustar a velocidade de centrifugação em cada programa, há modelos em que não é possível ajustar.

- Programa especial para roupa de bebé.

- Possibilidade de realizar apenas um programa de enxaguamento e centrifugação.

- Ter um programa rápido.

- Ter um tambor que não danifique a roupa.

 

Considerar relação preço/qualidade – estudo Deco

O produto mais caro não é necessariamente a melhor opção e por isso é importante verificar quais as melhores opções em termos de qualidade/preço, no meu caso ao consultar o estudo da Deco não tive dúvidas, o teste não é público mas podem consultar alguma informação aqui:

Um dos resultados dos testes que mais influenciou a decisão foi a eficácia de enxugamento que deixa muito a desejar em diversos modelos.

 

A nossa escolha:

No fim decidimos comprar uma máquina com capacidade de lavagem média, de 8 kg, com 1400 rpm e que tivesse eficiência energética A+++, não foi difícil encontrar o modelo pois a Samsung WW80J5555MW cumpre todos os requisitos e é uma das escolhas acertadas da Deco com 71 pontos em 100, sendo que o modelo que ficou em primeiro lugar no teste obteve 75 pontos e tem um preço duas vezes mais alto.

Com um preço a rondar os 320€ em lojas online, esta máquina é a número 1 no top do site kuantokusta o que não é surpreendente pois apresenta uma excelente relação qualidade/preço.

 

Uma advertência, segundo relatos que encontramos as peças para as máquinas da marca Samsung são relativamente caras, mas ponderando a eficácia da máquina a lavar, o preço de compra e a fiabilidade da marca optamos por este modelo, já que o número de assistências às máquinas Samsung é bastante reduzido quando comparado com outras marcas.

Neste momento a vida útil de um eletrodoméstico ronda os 10 anos e não é por se comprar uma marca de topo que estes irão durar muito mais, para compensar a diferença de preço em vez de 10 os aparelhos teriam de durar 30 anos e não é preciso ser cientista para perceber que circuitos eletrónicos e água não são um casamento para 30 anos.

Espero que esta informação vos possa ser útil.

Razões para recorrer a um Simulador de Crédito Habitação

18706.jpg

 

Quando pensamos em comprar casa, quase imediatamente pensamos em crédito. A verdade é que a maioria dos portugueses recorre ao crédito habitação para comprar casa, por isso, é importante ter a certeza que temos toda a informação que necessitamos para conseguirmos a melhor proposta do mercado. Assim, nada como recorrer a um simulador de crédito habitação para saber quais os futuros encargos.

Se perdemos imenso tempo a procurar a habitação ideal, se tentamos obter sempre o melhor negócio para a nossa casa de sonho, faz sentido que depois também procuremos a melhor solução, aquela que melhor se adequa às nossas necessidades para a pagar. O crédito habitação deve ser cuidadosamente escolhido e essa escolha pressupõe perceber como funciona.

 

Em primeiro lugar não devemos ir pela via mais fácil e muitas vezes não devemos dar demasiada atenção aos conselhos dos amigos e conhecidos, por melhor intencionados que sejam. Na verdade, tem-se propagado uma série de mitos sobre crédito habitação que nem sempre são verdadeiros e que podem conduzir a maus negócios, como decidir imediatamente pelo nosso banco atual para evitar perder muito tempo e burocracias ou focar-nos apenas no spread, sem ter em conta todos os outros custos, muitos deles que não são percetíveis no imediato.

Outros dois conselhos que tenho ouvido são para dar o mínimo de valor de entrada e para estender o prazo do empréstimo o mais que conseguir. Mas não convém esquecer que uma entrada significativa reduz substancialmente o risco do empréstimo e permite-nos negociar melhores condições. Também um prazo mais curto, apesar de implicar uma prestação mais alta, no final representa menos juros e uma poupança considerável. E quando se fala em dinheiro o importante, pelo menos para mim, é poupar e fazer o melhor negócio possível.

 

Comprar uma casa é um passo muito grande e implica muitas vezes um grande esforço financeiro, no nosso caso pretendíamos saber que custos poderíamos esperar ainda antes da escolha do imóvel, para decidirmos qual seria a melhor opção para nós, depois de alguma pesquisa encontrámos uma instituição, que nos garantiu uma pré-análise do nosso caso, um serviço que permite assegurar a compra de um imóvel adequado às nossas necessidades e um plano de financiamento adequado à nossa capacidade financeira.

 

Ao analisar o Crédito Habitação percebemos ainda que há outros fatores que fazem a diferença:

Decisão rápida de financiamento – desde o início o processo de decisão deve ser rápido e objetivo, pois a rapidez do processo pode ser decisiva para garantir que não perdemos o negócio. Por isso é importante escolher alguém que seja capaz de uma resposta rápida.

 

Sem vinculações e sem mudar de banco  – porque temos de abrir uma nova conta ou contratar vários produtos financeiros se apenas queremos um Crédito Habitação? Há instituições que não obrigam a ter de domiciliar o ordenado, contratar cartões de crédito e outros produtos que não necessitamos. Se não é necessário e não queremos, porque devemos ficar com produtos e obrigações que não precisamos?  

 

Simplicidade e Apoio - ler aquelas letrinhas pequeninas dos contratos e perceber o que realmente querem dizer nem sempre é fácil. É importante poder contar com alguém com capacidade de esclarecer todas as dúvidas.

 

Confesso que quando li que não tinha de contratar uma série de produtos que não necessito, até porque estou farta dos bancos e das suas comissões, fiquei logo agradada com as soluções da UCI. Se a casa dos nossos sonhos aparecer já sei a quem recorrer, pois não tenho tempo, nem paciência para andar de banco em banco a discutir TAEG’s e Spreads.

Ainda no fim-de-semana passado falávamos com uma amiga sobre a sua prestação ao banco, cerca de 500€, dos quais quase 200€ eram produtos adicionais como seguros, como é possível? Pessoalmente, estas situações sempre me assustaram e é por isso que fico mais descansada com uma solução que seja mais transparente e com a qual sei exatamente quanto vou pagar.

Agora falta o mais importante, escolher o imóvel, encontrar a nossa casa de sonho não será fácil, a profissão do meu marido e a sua atenção aos detalhes eleva a procura para níveis difíceis, quase impossíveis, além disso o mercado imobiliário está em alta e os valores que pedem chegam a ser obscenos, por isso estamos a avaliar as opções.

 

Em relação ao crédito deixo-vos um conselho importante, tenham em conta a taxa de esforço que têm para comprar uma casa e tenham sempre em conta imprevistos para que não fiquem impossibilitados de pagar a prestação ou ficarem extremamente condicionados a nível de finanças. Como em tudo na vida o segredo está no equilíbrio.

Coisas que acontecem lá em casa #12 – Eletrodomésticos

A lâmpada do forno fundiu e parece ser impossível retirar a proteção para a mudar, depois de um olhar atento ao estado geral do forno enquanto o limpava no sábado à tarde, pensei – Acho que vou comprar um forno novo.

O dito já tem quase 11 anos e nunca me encheu as medidas, especialmente no que toca à confeção de bolos, a ideia pareceu-me boa e estava já com o discurso aprumado para dar a notícia ao meu marido.

Entretanto a eletricidade foi-se abaixo, o Moralez diz-me que pelo disparo tinha sido um curto-circuito, pois tinha tentado ligar novamente e não tinha conseguido.

Inspeção a todos os aparelhos eletrónicos lá de casa, descobriu que tinha sido a máquina de lavar roupa, que após inversão a posição da ficha voltou a arrancar e a trabalhar sem problemas.

Só que não, uns 20 minutos depois chega a triste notícia da sua morte anunciada.

Moralez – A máquina de lavar roupa avariou e acho que é o controlador.

Eu – Já não vou comprar um forno novo.

Moralez – Forno?

Eu – Estava a pensar comprar um forno novo, agora já não há forno para ninguém.

 

Ontem na hora de almoço uma colega de trabalho pergunta:

– Então já decidiste Bimby ou Yammi?

Eu – Máquina de lavar roupa.

 

Planos adiados, nem forno, nem máquina de cozinhar que agora o mais importante é mesmo ter a roupa lavadinha.

A boa notícia para vocês? É que provavelmente terão aqui um guia para adquirir uma máquina de roupa em breve, porque sou vossa amiga e vou partilhar convosco a pesquisa exaustiva que fizer ou então vou só comprar a mais económica e não se fala mais no assunto.