Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Teoria do sorriso, uma ova!

Ontem quando escrevi o texto anterior estava convencidíssima que isto são fases, que mais uma vez são dias, que as coisas acabam sempre por se resolver, que o que é interessa é ser otimista e que o pensamento positivo faz milagres.

O que faz milagres é respirar fundo e contar até 100 ou dar um berro que se ouça no Alasca, porque os sorrisos só servem para passar a imagem errada.

Às vezes tenho vontade de mandar tudo às urtigas, o esperado, o correto, os planos e os projetos e pôr-me a andar para um sítio onde haja sol todos os dias e que não hajam superiores hierárquicos e pessoas a quem se tenha de prestar contas.

Amor e uma cabana, era tudo o que precisava, para quê complicar o que é simples, para quê insistir que para se ser feliz é preciso fazer e ser o que a sociedade espera de nós?

Um dia destes faço as malas e não volto, nem de férias, se vou para um país quente quem quiser que vá passar férias comigo.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Psicogata 01.03.2018 17:08

    Sábias palavras, acho que vou imprimir e colocar no combinado lá de casa, a sério.
    Porque realmente pouca coisa interessa daqui a 5 anos.
    Não levo a mal, o que preciso é mesmo de alguém que me diga que não estou maluca e que isto passa.
    Mas há uma coisa que terá muita importância daqui a 5 anos que estou com dificuldades em resolver e isso faz com que perca a paciência e o animo para o resto.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.