Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Teorias da conspiração

Tenho um problema, digo problema porque apesar de podermos considerar um defeito também pode ser uma virtude.

Eu antecipo ou adivinho teorias de conspiração.

Poderia chamar-lhe intuição, sexto sentido, mas não se trata disso, vai além disso, porque uma coisa é achar que ali há gato, outra é olhar para uma situação ou para um conjunto de pessoas e adivinhar o que lhes passa pela cabeça e antecipar o que irão fazer ou o que já fizeram ou combinaram, especialmente quando isso implica prejudicar alguém.

Infelizmente na maioria das vezes não consigo prova-las, as pessoas que conspiram raramente revelam a conspiração, mas já vi várias, mais do que as desejaria, comprovadas.

Curiosamente isto não se passa só com quem me rodeia, já antecipei situações da esfera pública, mais ou menos como se antecipa o final de um filme ou série, isso infelizmente também acontece muitas vezes.

 

Parece uma coisa boa, antecipar, prevenir, só que não é, primeiro porque quando discuto as minhas teorias com alguém as pessoas tendem a achar que é tudo imaginação minha, segundo porque se começo a dar-lhes muito significado dou por mim a fazer todo o tipo de conjeturas e antecipar todos os cenários possíveis, são sempre terríveis, raramente as pessoas conspiram para o bem dos outros e pode ser muito cansativo.

Por outro lado quando prevejo algo bom e isso também acontece, prevejo sempre em grande, faço logo grandes projetos, não é que crie expetativas, porque a vida já me ensinou que eu empolo demasiado todos os acontecimentos, mas preparo-me muitas vezes para receber boas notícias e raramente sou surpreendida e eu gosto de surpresas, pelo menos das boas.

 

Isto também é um problema porque quando acontece algo que percebo poderia ter previsto, não me perdoo, especialmente quando os meus alarmes soaram e eu resolvi ignora-los, mas como disse estar sempre a antecipar os movimentos dos outros é muito cansativo.

É cansativo, mas já dei por mim várias vezes a dizer, eu avisei, eu disse, já tinha previsto isto e surpreendo as pessoas quando me contam incrédulas algum facto com um - Já sabia. Sabias como? Perguntam. Não sei, mas já sabia.

 

E vocês são dados a teorias da conspiração? Tentam adivinhar, pressentem? Ou não ligam nada a estas coisas? Contem-me que eu às vezes acho que vivo num filme, mas pressinto que não sou a única.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Psicogata 07.12.2017 09:24

    :) Não tem muito a ver com essas coisas, é até uma coisa mais lógica, a desconfiança dá-se porque percebo que algo esta diferente, depois observando e lendo as pessoas e analisando as circunstâncias percebo o resto.
    A verdade é que a maioria das pessoas quando esta a preparar alguma coisa dá sinais, como quando as crianças estão muito quietas e percebemos que estão a fazer asneiras.
    Depois há aquelas que são exímias em conspirações e essas são difíceis de ler, talvez por ter uma pessoa assim próxima tenha apurado a minha capacidade de análise.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.