Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Trumpados

Não sei o que é pior.

Ver Trump eleito presidente...

Ou ver portugueses a defendê-lo com unhas e dentes.

 

Portugueses a defendê-lo é bem pior.

Não me surpreenderia que nas próximas eleições apareça um partido de extrema-direita em Portugal com expressão.

Que os brandos costumes é só para algumas coisas.

Quando é para a violência e barbaridade é ver todos os ignorantes a içarem as armas e a sacudirem o pó das armaduras grosseiras. Cerram os dentes e lançam verborreias em todas as direções.

Basta uma passagem pelos comentários das notícias sobre Trump para ficarmos trumpados com tamanha mesquinhez, ignorância, misoginia, xenofobia, miopia, carolice, fanatismo, estupidez, má educação e má formação.

E claro não esquecer os erros ortográficos e os atentados à língua portuguesa que caminham sempre de mãos dadas com a ignorância.

Defendem tanto Portugal, são tão patriotas e nacionalistas, mas não defendem sequer a sua língua, a sua identidade.

Os ideais são errados, mas cada um tem direito aos seus, mas a atitude é desconcertante, o palavreado com que se defendem a bandeira da imbecilidade, os argumentos desprovidos de conteúdo e carregados de ódio são perturbadores.

A dificuldade das pessoas assumirem os próprios erros, de encontrarem as respostas para os seus problemas em si, motivam estes ódios, canalizar raiva e frustração no que é diferente, no que não entendem é mais fácil, culpar os outros é sempre mais fácil.

O perigo da ignorância é que é fácil preencher vazios com ideais e promessas utópicas e grandiosas.

A ignorância é perigosa e em Portugal há demasiadas pessoas ignorantes e neste momento há demasiado perigo de contágio.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.