Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Língua Afiada

Vacas Felizes - A sério?

Uma “Ilha de Vacas Felizes” é o hino do leite Terra Nostra para divulgar o Leite de Pastagem Terra Nostra.

A campanha nomeada de “Musical Vacas Felizes” «Foi pensada para despertar consciências pelo lado positivo. Um formato que faz sonhar e dá vontade de experimentar», diz Pedro Ferreira, diretor criativo da Young & Rubicam.

Afinal quem é que não quer visitar uma ilha de vacas felizes?

Basta ver o vídeo para perceber que as vacas se passeiam felizes e contentes e que podemos interagir com elas, fazer-lhes festinhas e se encontramos uma mais expedita até jogar xadrez.

E não são umas vacas quaisquer, são fits, só comem verduras e fazem aulas de zumba a julgar pela coordenação perfeita em que abanam os rabos ao som da música.

A certo momento pensei que as veria dançar can can.

“Uma ilha de vacas felizes, andam sempre a passear, têm vista para o mar, o pasto verdejante é o seu manjar. Uma vaca feliz, outra vaca feliz, e um leite sem igual!”

Umas sortudas estas vacas.

 

Mas não pensem os senhores da Terra Nostra que só existem vacas felizes nos Açores nada disso, a marca Agros já anda a dizer que as vacas se deliciam na natureza desde 2013 e embora as vacas não dancem passeiam livres e contentes pelas serras de Montalegre.

 

 

O que é que estas duas campanhas têm em comum?

Vacas felizes?

Não.

As vacas não são felizes são exploradas como em qualquer outra exploração pecuária.

O que têm em comum é a paisagem idílica, a beleza da natureza e a alegria de quem trabalha com vacas.

A sério? Estas empresas acham mesmo que acreditamos nisto?

A Terra Nostra acha mesmo que vamos acreditar que as vacas são felizes só porque as deixam pastar o ano todo ao ar livre?

Eu não sou uma defensora histérica dos direitos animais, mas não gosto que atentem contra a minha inteligência.

Alguma vaca pode ser feliz quando não pode escolher o companheiro de acasalamento?

Alguma vaca pode ser feliz quando é inseminada sempre que tem o cio?

Alguma vaca pode ser feliz quando lhe tiram os bezerros e a ordenam artificialmente?

Tenham dó e inteligência.

 

Quem acredita nesta treta das vacas felizes não tem dois dedos de testa ou então não se dá ao trabalho de pensar em como é que uma vaca se torna leiteira. Basta pensar dois segundos para perceber que é um processo não natural, as fêmeas só produzem leite quando têm crias e curiosamente não se veem crias a pastar.

Se lerem mais sobre este programa irão perceber que fala da pastagem ao livre e da erva fresca, mas não mencionam nada sobre o processo de inseminação.

Claramente uma campanha que se fosse apresentada noutro país seria uma desgraça, mas como em Portugal quase tudo nos passa ao lado e o refrão até fica no ouvido, alguém quer lá saber que seja um engodo.

Vacas felizes uma ova.

Toda a gente sabe que as explorações pecuárias são explorações tal como o nome indica, não tentem dourar pílula, as vacas até podem ser mais saudáveis, mais livres, mas felizes?

E se a campanha é direcionada para quem tem preocupações ambientais e ecológicas pior ainda, pois são essas pessoas que sabem que essa história está muito mal contada.

A única vaca feliz que conheço é a Vaca que Ri.

É feliz por que é um boneco.

a vaca que ri.jpg

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Psicogata 13.09.2016 14:11

    Pois, realmente dá para levar para outros campos sem serem os verdejantes.
  • Imagem de perfil

    Moralez 13.09.2016 14:20

    Sim... mas o anuncio está um bocado estranho realmente!
  • Imagem de perfil

    Psicogata 13.09.2016 14:23

    Eu acho que está mal conseguido, mas é a minha opinião.
    Eu não o faria.
  • Imagem de perfil

    Moralez 13.09.2016 14:29

    Concordo...
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.